Ex-campeão mundial de surfe, Mineirinho anuncia aposentadoria

O brasileiro, que apesar do apelido é do Guarujá (SP), foi campeão da WSL (Liga Mundial de Surfe) em 2015, sendo um dos 3 brasileiros a ter conquistado o título

Adalberto Leister Filho, da CNN, em São Paulo
16 de setembro de 2020 às 15:14 | Atualizado 16 de setembro de 2020 às 15:43

O surfista Adriano de Souza, o Mineirinho, de 33 anos, anunciou que a próxima temporada será sua última na elite do surfe.

O brasileiro, que apesar do apelido é do Guarujá (SP), foi campeão da WSL (Liga Mundial de Surfe) em 2015, sendo um dos três brasileiros a ter conquistado esse título, junto com Gabriel Medina (2014 e 2018) e Ítalo Ferreira (2019).

Leia também:

Maya Gabeira quebra próprio recorde de maior onda surfada por mulher: 'um sonho'

Por que o título de Dominic Thiem no US Open foi histórico

“Será meu último ano como profissional. Estou saindo do circuito superfeliz e honrado. Ainda tem um ano, em 2021, em que estarei presente o ano inteiro. Vai ser um ano de despedida. Ano que tenho certeza de que vai ser bem bacana, vou rever todos os meus amigos, os lugares em que passei, onde criei amizades, fiz laços. Vai ser meu último campeonato do circuito mundial”, afirmou o surfista.

Mineirinho foi um dos expoentes da Brazilian Storm (“tempestade brasileira”), termo cunhado pela imprensa americana para definir a nova geração de surfistas brasileiros que passaram a dominar o Circuito Mundial.

Adriano de Souza, o mineirinho, anunciou que 2021 será seu último ano no circuito mundial de surf
Foto: Marcelo Maragni - 30.abr.2019/ Red Bull Content Pool

Adriano começou a se destacar em 2002, quando venceu uma etapa do SuperSurf, o Circuito Brasileiro, aos 15 anos. Dois anos depois, foi campeão do Mundial júnior, na Austrália. Em 2005, venceu o WQS (divisão de acesso) chegando à elite do surfe mundial.

Em 2011 se tornou o primeiro brasileiro a liderar o ranking mundial da modalidade. No mesmo ano, derrotou o americano Kelly Slater, decacampeão mundial, na etapa de Peniche do WCT.

Em 2015, triunfou na etapa de Pipeline, no Havaí, sendo o primeiro brasileiro a vencer essa competição, derrotando na final o também brasileiro Gabriel Medina, então campeão mundial. A vitória fez com que Mineirinho conquistasse o título da temporada.

O surfista Adriano de Souza, o Mineirinho, anunciou que a próxima temporada será sua última na elite do esporte
Foto: Liquidbarrel - 9.jun.2018/ Red Bull Content Pool