Del Valle 5x0 Fla é maior derrota do clube na Libertadores; relembre goleadas

Flamengo igualou outras goleadas sofridas por brasileiros no torneio. Time de Domenec Torrent sofreu quatro gols no segundo tempo

Diego Freire, da CNN, em São Paulo
18 de setembro de 2020 às 03:29 | Atualizado 18 de setembro de 2020 às 06:18
Flamengo foi goleado por 5 a 0 pelo Independiente del Valle jogando em Quito
Foto: Reprodução/ Twitter Flamengo

Atual campeão do Brasileiro e da Libertadores, o Flamengo sofreu um revés histórico na noite desta quinta-feira (17): pela terceira rodada do Grupo A do principal torneio sul-americano, o clube rubro-negro foi derrotado por 5 a 0 pelo equatoriano Independiente Del Valle, jogando no Estádio Casa Blanca, em Quito.

O placar foi construído com um gol de Moises Caicedo no primeiro tempo e quatro gols na segunda etapa: de Angelo Preciado, Gabriel Torres, Jhon Sánchez e Beder Caicedo.

A goleada foi a maior já sofrida pelo Flamengo na história das Libertadores, superando uma derrota por 5 a 1 diante do Grêmio na fase semifinal do torneio de 1983.

Leia também:
Fifa: Pandemia de Covid-19 custará ao futebol US$ 14 bilhões em 2020

Maracanã fechará por 11 dias para troca do gramado

A equipe carioca ainda iguala a pior derrota de um time brasileiro para um estrangeiro no torneio - repetindo o revés de 5 a 0 do Athletico-PR diante do colombiano América de Cali em 2002.

Com diferença menor no placar, mas levando o mesmo número de gols, outros dois brasileiros já foram goleados sofrendo cinco gols na competição: isso ocorreu em Real Potosí-BOL 5x1 Cruzeiro (2008) e The Strongest-BOL 5x1 Juventude (2000).

Em jogos entre si, clubes brasileiros já haviam sofrido cinco gols outras vezes, como nos casos de Santos 0x5 Flamengo (1984), Grêmio 5x0 Palmeiras (1995), Palmeiras 5x1 Grêmio (1995) e Flamengo 5x0 Grêmio (2019).

Sem envolver brasileiros, a maior goleada da história da Libertadores aconteceu na edição de 1970, quando o uruguaio Peñarol venceu o Valencia, da Venezuela, por 11 a 2.

Embora ainda esteja em suas primeiras rodadas, a edição de 2020 já registrou uma goleada maior que a sofrida pelo Flamengo do técnico Domenec Torrent: ainda antes da paralisação pela pandemia do novo coronavírus, o River Plate derrotou o Binacional, do Peru, por 8 a 0, em partida válida pelo mesmo grupo do São Paulo na competição.