Arara invade o gramado e interrompe jogo-treino da seleção feminina

Ave pousou na cabeça da zagueira Bruna Benites durante jogo-treino

Henrique Andrade*, da CNN, em São Paulo
21 de setembro de 2020 às 10:49 | Atualizado 21 de setembro de 2020 às 10:55
Jogo-treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary
Foto: Thais Magalhães/ CBF

A seleção feminina de futebol recebeu uma visita inusitada durante o treino do sábado (19). Uma arara pousou na cabeça da zagueira Bruna Benites no segundo tempo do jogo-treino e acabou interrompendo a partida. A atividade foi retomada pouco depois, quando a ave seguiu seu voo pela Região Serrana do Rio de Janeiro, onde fica o Centro de Treinamento da Granja Comary.

Leia mais:
Bruno Guimarães e trio do Flamengo são os destaques em convocação de Tite

"Eu estava no meio do campo. A gente estava com a bola atacando e eu olhei pra frente e vi que ela estava vindo na minha direção. Eu só virei de costas e achei que ela fosse passar, mas aí percebi que pousou no meu ombro. Como eu sabia que ela era mansa e tranquila, fiquei quieta parada ali", contou a zagueira. 

A ténica Pia Sundhage e sua assistente Lilie Persson, ambas suecas, não estão acostumadas com a ave e ficaram surpresas com a situação. "Há coisas que só acontecem no Brasil", brincou Persson.

A arara, apelidada de Pelé pelos funcionários da Granja Comary, é visita frequente no local. Segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a ave costuma ficar próxima às traves dos gols e assistir os treinos das Seleções mas, dessa vez, resolveu participar.

(*sob supervisão de Julyanne Jucá)