Acusado de agredir ex-namorada, Boateng será julgado em tribunal de Munique


Leonardo Lopes Da CNN, em São Paulo
15 de outubro de 2020 às 19:46 | Atualizado 15 de outubro de 2020 às 19:59
Jerome Boateng

O zagueiro Jerome Boateng, do Bayern de Munique

Foto: Rufus46/Wikimedia Commons
 
O zagueiro titular do Bayern de Munique, Jérôme Boateng, será julgado no dia 10 de dezembro na Alemanha por uma suposta agressão a sua ex-namorada, Sherin Senler. Caso condenado, o jogador pode pegar uma pena de até 5 anos de prisão.

De acordo com informações publicadas pela imprensa alemã e confirmadas à CNN por um porta-voz do Tribunal Distrital de Munique, o atleta teria arremessado um pequeno objeto em Sherin durante uma discussão no outono de 2018. Ele nega todas as acusações.

O processo do Ministério Público se enquadra na categoria "lesão corporal intencional". Segundo o tribunal, a pena máxima para o crime é de 5 anos de prisão.

Leia e assista também

Dudu troca o Palmeiras por clube do Catar após acusação de agressão da ex-mulher

Neymar responde zagueiro acusado de racismo no Twitter: ‘Eu não te respeito!’

Alguns veículos chegaram a reportar que existiria um vídeo em que Boateng é visto cometendo a agressão. Porém, a Justiça alemã negou a existência. 

"Não [existe um vídeo] do suposto ataque. Há [um vídeo] oferecido pelo réu [Boateng] como prova de que não foram vistos quaisquer ferimentos visíveis logo após o suposto ataque", explicou porta voz Klaus-Peter Jüngst.

O processo foi aberto pelo Ministério Público em fevereiro de 2019 e aceito pela Justiça em dezembro do mesmo ano, mas o julgamento demorou para ser marcado por conta da pandemia de Covid-19. Boateng deve comparecer diante da Corte de Munique no dia 10 de dezembro, às 09h30 no horário local.