'Homem voador' francês Vince Reffet morre em acidente durante treinamento


Por Jack Guy, da CNN
19 de novembro de 2020 às 00:17 | Atualizado 19 de novembro de 2020 às 10:57


O piloto francês Vince Reffet, que praticava voos com o jetpack (propulsor a jato preso à roupa) morreu em um acidente durante treinamento antes do Jetman Dubai, sua próxima exibição.

O incidente ocorreu em Dubai na manhã desta terça-feira, no horário local.

"Vince era um atleta talentoso e um membro muito querido e respeitado de nossa equipe", diz o comunicado da organização do evento. "Nossos pensamentos e orações estão com sua família e todos aqueles que o conheceram e trabalharam com ele."

Leia também:
Mundial de Clubes da Fifa será realizado no Catar em fevereiro

Atletas olímpicos não serão forçados a se vacinar contra Covid-19, diz COI

Francês Vince Reffet morre em acidente durante treinamento

Francês Vince Reffet morre em acidente durante treinamento

Foto: Instagram/ Reprodução

Em fevereiro, Reffet, cujas acrobacias usando o jetpack se tornaram virais nas redes sociais, foi o primeiro piloto a voar em grandes altitudes com uma nova tecnologia desenvolvida para o Jetman Dubai.

Antes, pilotos do Jetman já haviam voado ao saltar de plataformas elevadas, como um helicóptero. Reffet foi o primeiro a se lançar do solo.

Os organizadores do Jetman citaram a morte de Reffet como "uma tristeza inimaginável".

"Estamos trabalhando em estreita colaboração com todas as autoridades relevantes e pedimos que, por favor, mantenha a família de Vince em seus pensamentos e orações", continuou.

A roupa de fibra de carbono, acoplada a um propulsor, da Jetman Dubai é movida por quatro minomotores a jato, com mecanismos que permitem aos pilotos "controlar as rotações em torno do eixo de guinada em velocidade zero".

Exibição do jetman Vince Reffet

Exibição do jetman Vince Reffet

Foto: Instagram/ Reprodução


O eixo de guinada é perpendicular às asas e permite que o piloto vire à esquerda e à direita enquanto voa horizontalmente.Os pilotos podem pairar, parar, virar e manobrar, até mesmo realizando voltas e loops.

O traje chega a uma altitude máxima de 6.100 metros (20.000 pés), de acordo com o site Jetman Dubai, uma duração máxima de voo de 13 minutos.

Em 2015, Reffet e seu companheiro piloto Yves Rossy voaram ao lado do maior jato de passageiros do mundo, um Airbus A380, sobre Dubai.

Reffet, de 36 anos, também era conhecido por BASE jumping, e saltou do Burj Khalifa, o prédio mais alto do mundo, em 2014.

* Allen Kim da CNN contribuiu para esta reportagem