Em nova homenagem, Pelé diz que ama Maradona e chama argentino de incomparável

Uma semana após a morte de Diego Maradona, Pelé voltou a prestar uma homenagem ao argentino: "eu te amo, Diego"

Da CNN, em São Paulo
03 de dezembro de 2020 às 00:15
Diego Maradona e Pelé
Diego Maradona e Pelé
Foto: Facebook/ Reprodução


 

Uma semana após a morte de Diego Maradona, Pelé voltou a prestar uma homenagem ao argentino.

No dia do falecimento de Maradona, aos 60 anos, o ex-jogador brasileiro desejou que os dois pudessem "um dia bater uma bola no céu".

Nesta quarta-feira (2), em texto postado nas redes sociais, Pelé chamou o argentino de "incomparável" e disse amá-lo.

Leia também:
Em áudio pouco antes de morrer, Maradona pede que padrasto cuide de filho caçula

Entenda por que homenagem de Messi a Maradona pode render multa ao Barcelona

"Hoje, eu sei que o mundo seria muito melhor se pudéssemos comparar menos uns aos outros e passássemos a admirar mais uns aos outros. Por isso, quero dizer que você é incomparável. 
A sua trajetória foi marcada pela honestidade", escreveu.

"Você sempre declarou seus amores e desamores aos quatro ventos. E com esse seu jeito particular, ensina que temos que amar e dizer 'eu te amo' muito mais vezes.  Sua partida rápida não me deixou dizer, então apenas escrevo: Eu te amo, Diego.", completou.

Leia a íntegra do texto postado por Pelé sobre Maradona:

Já se passaram sete dias desde que você partiu. Muitas pessoas adoravam nos comparar durante toda a vida. Você foi um gênio que encantou o mundo.  Um mágico com a bola nos pés. Uma verdadeira lenda. Mas acima disso tudo, para mim, você sempre será um grande amigo, com um coração maior ainda. 

Hoje, eu sei que o mundo seria muito melhor se pudéssemos comparar menos uns aos outros e passássemos a admirar mais uns aos outros. Por isso, quero dizer que você é incomparável. 

A sua trajetória foi marcada pela honestidade. Você sempre declarou seus amores e desamores aos quatro ventos. E com esse seu jeito particular, ensina que temos que amar e dizer “eu te amo” muito mais vezes. Sua partida rápida não me deixou dizer, então apenas escrevo: Eu te amo, Diego. 

Meu grande amigo, muito obrigado por toda a nossa jornada. Um dia, lá no céu, vamos jogar juntos no mesmo time. E vai ser a primeira vez que eu vou dar socos no ar sem estar comemorando um gol, mas sim, por poder te dar mais um abraço.