Klete Keller: nadador campeão olímpico é identificado na invasão ao Capitólio


Por Steve Almasy e Kay Jones, da CNN*
14 de janeiro de 2021 às 02:44 | Atualizado 14 de janeiro de 2021 às 10:42


O nadador Klete Keller, detentor de cinco medalhas olímpicas (duas de ouro, uma de prata e duas de bronze, entre 2000 e 2008), será investigado por suposta participação na invasão ao Capitólio na última semana, de acordo com documentos judiciais.

Keller foi acusado de "entrar ou permanecer intencionalmente em prédio ou terreno restrito sem autoridade legal, entrada violenta e conduta desordenada" no Capitólio e "obstrução da aplicação da lei envolvida em deveres oficiais em desordem civil", de acordo com documentos arquivados no Tribunal Distrital dos EUA em Washington.

Não está claro se Keller tem um advogado ou se ele está sob custódia. A CNN americana não conseguiu entrar em contato com o nadador para comentar o caso.

Ex-nadador Klete Keller no meio da multidão que invadiu o prédio
Uma captura de tela do FBI de um vídeo do Capitólio em 6 de janeiro mostra o ex-nadador Klete Keller no meio da multidão que invadiu o prédio
Foto: CNN/ Reprodução/ FBI

Ele é mais conhecido como um dos membros da equipe vencedora dos EUA no revezamento de 4x200 metros livre nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004, nos quais enfrentou o medalhista de ouro Ian Thorpe da Austrália.

Keller ganhou outras quatro medalhas em três Olimpíadas, incluindo ouro no mesmo evento em 2008 em Pequim.

De acordo com os documentos do tribunal, as investigações apontam que Keller foi identificado na invasão por meios de comunicação como a SwimSwam, que cobre natação competitiva.

O agente especial do FBI Matthew R. Barofsky escreveu em documentos judiciais que confirmou a identidade de Keller comparando as fotos da invasão ao Capitólio com a carteira de motorista do nadador no estado do Colorado.

As fotos do Capitólio também mostram que Keller estaria vestindo uma jaqueta da Equipe Olímpica dos Estados Unidos e "parece ser um dos indivíduos mais altos" no local, segundo a investigação. Keller tem 1,98m.

 

Em um comunicado, o USA Swimming (órgão governamental nacional para a natação competitiva) disse à CNN: "respeitamos os direitos de indivíduos e grupos privados de protestar pacificamente, mas de forma alguma toleramos as ações tomadas por aqueles no Capitólio na semana passada."

O Comitê Olímpico e Paraolímpico dos Estados Unidos disse que condenou as ações dos manifestantes.

“Apoiamos o direito de protestar pacificamente e expressar valores e pontos de vista de maneira respeitosa e lícita - é isso que torna nossa democracia forte. Infelizmente, não foi o que aconteceu neste caso”, disse a organização em um comunicado.

* Kevin Dotson, da CNN, colaborou para estar reportagem