Uefa manda Ucrânia remover ‘slogan político’ de uniforme antes da Eurocopa

Seleção pode manter mapa com a Crimeia em sua nova camisa, mas deve remover a frase 'Glória aos heróis' por ter um significado histórico e militarista

Reuters
10 de junho de 2021 às 07:40 | Atualizado 10 de junho de 2021 às 18:58

 

A Uefa decidiu nesta quinta-feira (10) que a seleção da Ucrânia pode manter um mapa com a Crimeia em sua nova camisa, apesar das objeções da Rússia, mas deve remover a frase "Glória aos heróis" devido a conotações militares.

A apresentação do uniforme com o qual a Ucrânia deve participar da Eurocopa gerou rivalidades com Moscou porque inclui um mapa que mostra a península da Crimeia, que a Rússia anexou em 2014.

Além disso, uma uma frase na parte de trás da camisa diz "Glória à Ucrânia", enquanto dentro da camisa estão as palavras: "Glória aos heróis" – uma saudação militar na Ucrânia.

A Uefa disse que o mapa não é uma preocupação, pois reflete as fronteiras reconhecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU). A frase "Glória à Ucrânia" também não causa problemas.

A entidade ordenou, porém, a retirada da segunda mensagem, considerando que "a combinação específica dos dois slogans é claramente de natureza política, tendo um significado histórico e militarista", disse a Uefa, em comunicado.

A Ucrânia havia dito que a camisa era um símbolo de unidade nacional, e o presidente Volodymyr Zelensky postou uma selfie no Instagram com a camisa nesta semana.

As relações entre Moscou e Kiev deterioraram-se drasticamente após a anexação da Crimeia e o início de uma rebelião separatista apoiada pela Rússia no leste da Ucrânia em 2014.

Comentando sobre a polêmica do uniforme, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, disse nesta quinta-feira (10) que o esporte não deve ser misturado com política.

"O esporte não é um campo de batalha, mas um lugar de competição; não é uma arena política, mas atlética. Tornem-se heróis dos esportes e terão sua glória", disse ela.

A Ucrânia joga sua primeira partida da Euro contra a Holanda no domingo (13), em Amsterdã. A equipe também enfrentará Áustria e Macedônia do Norte no Grupo C.

A Rússia enfrenta a Bélgica, o melhor time do mundo, na estreia em casa, em São Petersburgo, no sábado (12), antes de jogar com Dinamarca e Finlândia.

Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, mostra a camisa da seleção do país
Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky (E), mostra a camisa da seleção de futebol do país
Foto: Reuters