Conmebol aponta fraude de testes da Covid para entrada na final da Copa América

Confederação afirma que pessoas que tiverem testes falsos identificados serão impedidas de entrar e 'não haverá exceção'

Isabelle Resende e Luana Franzão*, da CNN, no Rio de Janeiro e em São Paulo
10 de julho de 2021 às 14:30 | Atualizado 10 de julho de 2021 às 20:07

Em comunicado divulgado na tarde de sábado (10), a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) afirmou que detectou a falsificação de testes PCR da Covid-19 por parte de credenciados argentinos e brasileiros para entrar na final da Copa América, que ocorre hoje às 21h.

A instrução para os credenciados é de que levem um atestado de teste negativo PCR para a Covid-19, que teve a necessidade reforçada pela Confederação no comunicado. Além disso, é pedido que o resultado seja impresso, para facilitar e agilizar a leitura e a liberação.

A partida acontece no Maracanã, onde a prefeitura do Rio de Janeiro permitiu a entrada de 10% da capacidade de público do estádio.

Vista geral do estádio Maracanã, palco da final entre Brasil e Argentina
Foto: Thiago Ribeiro/Agif/Estadão Conteúdo

Aqueles que tiverem testes falsos deflagrados serão impedidos de entrar no estádio. A Conmebol afirmou na nota que "não haverá nenhuma classe de exceção", e ainda que "avalia a possibilidade de aumentar os controles caso seja necessário".

A Polícia Civil do Rio de Janeiro aguarda um apresentação formal da Conmebol para dar início às investigações sobre as fraudes em testes PCR relatadas pela entidade em comunicado à imprensa, nesse sábado.  

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) afirmou que detectou a falsificação de testes PCR da Covid-19 por parte de credenciados argentinos e brasileiros para entrar na final da Copa América. Para assistir à partida, no estádio do Maracanã, os convidados deveriam apresentar o resultado de teste negativo PCR para a Covid-19.  

Em nota, a Polícia Civil informou que não foi feito nenhum registro dessa ocorrência assim como também não houve comunicação oficial da entidade.

 *sob supervisão