Apesar da Ômicron, China diz que Jogos de Inverno continuarão conforme planejado

Competição acontecerá entre os dias 4 e 20 de fevereiro de 2022

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China em coletiva de imprensa nesta terça (30).
Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China em coletiva de imprensa nesta terça (30). Reuters

Yew Lun Tianda Reuters

Pequim

Ouvir notícia

Apesar do temor mundial provocado pela variante Ômicron do coronavírus, as autoridades da China afirmaram que esperam realizar a Olimpíada de Inverno de 2022 “sem problemas” e dentro do cronograma. A competição acontecerá entre os dias 4 e 20 de fevereiro de 2022.

“Acredito que certamente [a Ômicron] representará algum desafio aos nossos esforços para prevenir e controlar o vírus, mas como a China tem experiência na prevenção e controle do coronavírus, acredito plenamente que a China será capaz de sediar a Olimpíada de Inverno conforme programado, de maneira suave e com sucesso”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Zhao Lijian, em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira (30).

Pequim está preparada para sediar os Jogos, sem espectadores estrangeiros e com todos os atletas e funcionários relacionados contidos em uma “bolha” e sujeitos a testes diários para Covid-19.

Sob sua política “Covid zero”, a China adotou o que está entre as medidas de prevenção para a Covid-19 mais rígidas do mundo.

Até o momento, 19 países já relataram a presença da variante Ômicron.

Veja melhores momentos do encerramento da Olimpíada de Tóquio:

Mais Recentes da CNN