Variante Ômicron: veja quais países já têm casos da nova linhagem da Covid-19

Até o momento, casos de Covid-19 associados à nova cepa já foram detectados em 106 países, segundo levantamento da CNN

Variante Ômicron foi detectada por pesquisadores da África do Sul em novembro
Variante Ômicron foi detectada por pesquisadores da África do Sul em novembro Josué Damacena/IOC/Fiocruz

Lucas RochaGiulia AlecrimEmylly AlvesJoão de Marida CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A variante Ômicron do novo coronavírus, classificada como variante de preocupação pela Organização Mundial da Saúde (OMS), tem sido amplamente monitorada pelos sistemas de vigilância genômica do vírus de diversos países. Até a noite desta quarta-feira (22), 106 deles já reportavam casos do tipo.

A linhagem foi relatada pela primeira vez à OMS pela África do Sul no dia 24 de novembro. O sequenciamento do genoma revelou que a variante Ômicron foi responsável por todas as 77 amostras de vírus analisadas em Gauteng, onde fica a cidade de Joanesburgo, coletadas entre 12 e 20 de novembro.

Veja onde a variante já foi detectada:

  • Botsuana
  • África do Sul
  • Nigéria
  • Gana
  • Zimbábue
  • Coreia do Sul
  • Hong Kong
  • Japão
  • China
  • Israel
  • Arábia Saudita
  • Emirados Árabes Unidos
  • Índia
  • Singapura
  • Malásia
  • Bélgica
  • Inglaterra
  • Escócia
  • Alemanha
  • Itália
  • Holanda
  • Dinamarca
  • Portugal
  • Espanha
  • Suécia
  • República Tcheca
  • França
  • Noruega
  • Áustria
  • Irlanda
  • Grécia
  • Finlândia
  • Austrália
  • Canadá
  • Estados Unidos
  • Brasil
  • Zâmbia
  • Rússia
  • Tunísia
  • Senegal
  • Namíbia
  • Nepal
  • Tailândia
  • Croácia
  • Romênia
  • Suíça
  • Fiji
  • México
  • Chile
  • Argentina
  • Uganda
  • Islândia
  • Letônia
  • Ilha da Reunião
  • Sri Lanka
  • Luxemburgo
  • Cuba
  • Chipre
  • Paquistão
  • Taiwan
  • Hungria
  • Maldivas
  • Bahrein
  • Bangladesh
  • Bermuda
  • Estônia
  • Gibraltar
  • Jordânia
  • Kuwait
  • Líbano
  • Malawi
  • Paquistão
  • Serra Leoa
  • Trinidad e Tobago
  • Quênia
  • Camboja
  • Filipinas
  • Ruanda
  • Egito
  • Ucrânia
  • Indonésia
  • Turquia
  • Catar
  • Peru
  • Panamá
  • Colômbia
  • Argélia
  • Burkina Faso
  • Ilhas Cayman
  • Equador
  • Polinésia Francesa
  • Guadalupe
  • Georgia
  • Guernesey
  • Irã
  • Marrocos
  • Moçambique
  • Nova Zelândia
  • Omã
  • Porto Rico
  • Ilha de Saint Martin
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Togo
  • Venezuela

A confirmação do diagnóstico da Covid-19 é realizada por meio de testes moleculares, chamados tecnicamente de RT PCR. Após a confirmação de que se trata de uma amostra positiva para o novo coronavírus, os pesquisadores realizam o sequenciamento genômico, que permite identificar as informações genéticas do vírus e confirmar qual variante está envolvida na infecção.

A cepa também foi encontrada em Botsuana, no Sul da África, e em Hong Kong, na Ásia.

O ministério da saúde de Gana detectou os primeiros casos da nova variante Ômicron em passageiros que chegaram ao Aeroporto Internacional de Kotoka após sequenciamento genético realizado em 21 de novembro, disseram as autoridades do país nesta quarta-feira (01).

O jornal Chosun Ilbo, da Coreia do Sul, relatou nesta quarta-feira (01) que o país registrou os primeiros casos da variante Ômicron, de acordo com as autoridades sanitárias.

China apareceu na lista da OMS de países com casos de Ômicron registrados pela primeira vez, nesta quarta-feira (01). A lista faz parte do boletim epidemiológico semanal da Organização.

Nesta quarta (01), a Nigéria confirmou os primeiros casos da Ômicron no país. São dois viajantes que chegaram da África do Sul na semana passada, de acordo com o Centro para Controle de Doenças da Nigéria (NCDC).

Nesta terça-feira (30), as autoridades do Japão confirmaram o primeiro caso da variante Ômicron no país, de acordo com a agência de notícia Kyodo.

O ministro da Saúde, Shigeyuki Goto, disse que um viajante vindo da Namíbia testou positivo para a Covid-19 ao chegar no aeroporto.

A Bélgica foi o primeiro país da Europa a registrar um caso da nova variante da Covid-19. A informação foi divulgada pelo virologista Marc Van Ranst, cujo laboratório trabalha em conjunto com o departamento de saúde pública belga. O caso foi identificado em um viajante que voltava do Egito para a Bélgica no dia 11 de novembro.

A variante Ômicron também foi detectada em Israel na sexta-feira (26). Segundo o Ministério da Saúde local, o caso foi identificado em uma pessoa que veio do Malauí. Além deste caso já confirmado, há suspeita de mais dois casos vindos do exterior que aguardam resultados de testes.

A Arábia Saudita confirmou seu primeiro caso da variante Ômicron da Covid-19 vindo de um país do norte da África, disse a agência de notícias estatal do país nesta quarta-feira (01).

Os Emirados Árabes Unidos anunciaram, nesta quarta (01), o primeiro caso da nova variante Ômicron em uma mulher africana que chegou através de um país árabe, informou a agência de notícias estatal do país.

A Índia detectou dois casos da nova variante do coronavírus Ômicron no estado de Karnataka, no sul do país, disse um funcionário do ministério da saúde nesta quinta-feira (02).

Singapura detectou, na quinta-feira (2), dois casos da nova variante Ômicron, ambos estão isolados, disse seu Ministério da Saúde.

Até o domingo (28), a Inglaterra já havia detectado três casos da variante Ômicron, um na capital Londres e outros dois no interior do país. As informações foram divulgadas pelo secretário de Saúde do Reino Unido, Sajid Javid.

Na segunda (29), a Escócia confirmou seis casos da nova cepa da Covid-19. Os casos escoceses estão nas áreas de Glasgow e Lanarkshire, de acordo com um comunicado à imprensa do governo.

Dois casos da nova variante foram detectados no estado da Baviera, no Sul da Alemanha, afirmou o ministério regional da Saúde neste sábado. As duas pessoas infectadas entraram no país pelo aeroporto de Munique, no dia 24 de novembro, antes que as medidas de isolamento estipuladas em relação à África do Sul entrassem em vigor.

A Itália também confirmou um caso associado à variante Ômicron, neste sábado, segundo informações do Instituto Nacional de Saúde (ISS). O genoma foi sequenciado no Laboratório de Microbiologia Clínica, Virologia e Diagnóstico de Bioemergência do Hospital Sacco, de Milão, a partir de uma amostra positiva de um paciente procedente de Moçambique, na África.

As autoridades da Holanda afirmaram que 61 de cerca de 600 pessoas que chegaram a Amsterdã em dois voos da África do Sul na sexta-feira testaram positivo para a Covid-19. “Em várias das pessoas testadas, presume-se que a variante Ômicron foi encontrada”, disse o Instituto Holandês de Saúde (RIVM) em um comunicado.

Portugal anunciou, nesta segunda (29), que foram identificados 13 casos da variante Ômicron ligados a um time de futebol de Lisboa. Um dos atletas viajou para a África do Sul recentemente.

Na noite de sábado (27), dois casos da nova mutação foram identificados na Austrália em passageiros que saíram do continente africano. Ambos estavam assintomáticos, tinham recebido as duas doses da vacina contra Covid-19 e deverão cumprir quarentena. Outras 260 pessoas, entre passageiros e tripulantes, que passaram pelo sul da África, também estão isoladas.

Na manhã de domingo (28), a Dinamarca registrou dois casos da variante Ômicron em viajantes que chegaram da África do Sul. De acordo com as autoridades locais de saúde, os infectados foram colocados em isolamento e as pessoas que tiveram contato com eles serão testadas.

A Espanha detectou seu primeiro caso da variante Ômicron do coronavírus em um viajante vindo da África do Sul.

Um caso da variante do coronavírus Ômicron foi detectado na Suécia , informou a Agência de Saúde Pública na segunda-feira (29). O caso foi detectado em um teste feito há pouco mais de uma semana com uma pessoa que viajou da África do Sul, informou em um comunicado.

República Tcheca também já confirmou um caso da variante no país. Já a França afirma que foi confirmado uma infecção pela variante Ômicron no território francês da ilha La Reunion. O paciente é um homem de 53 anos, que viajou recentemente para Moçambique, e passou pela África do Sul.

A Noruega identificou seus dois primeiros casos da nova variante do coronavírus, Ômicron, disse o município de Oeygarden em um comunicado nesta quarta-feira (1). As duas pessoas infectadas viajaram para a África do Sul, acrescentou.

Áustria apareceu pela primeira vez na lista da OMS de países com casos de Ômicron registrados, nesta quarta-feira (01). A lista faz parte do boletim epidemiológico semanal da Organização.

A Irlanda confirmou seu primeiro caso da nova variante Ômicron do coronavírus, disse a Equipe Nacional de Emergências de Saúde Pública em um comunicado nesta quarta-feira (01).

O caso está associado a viagens de um dos sete países do Sul da África aos quais a Irlanda impôs restrições de viagem, disse o comunicado.

A Grécia detectou seu primeiro caso da variante do coronavírus Ômicron em um cidadão grego na ilha de Creta que voltou da África do Sul no mês passado, disse o ministro da Saúde, Thanos Plevris, a repórteres nesta quinta-feira (2).

Dois casos da variante Ômicron foram confirmados no Canadá, disseram autoridades provinciais de saúde no domingo (28).

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças identificou o primeiro caso confirmado da variante do coronavírus Ômicron nos Estados Unidos, na Califórnia. O indivíduo diagnosticado era um viajante que retornou da África do Sul em 22 de novembro e testou positivo para a variante em 29 de novembro.

Brasil também entrou para a lista, na terça-feira (30), após a Anvisa preliminarmente confirmar dois casos da variante Ômicron em um casal de brasileiros.

A Zâmbia detectou seus primeiros casos da variante em três pessoas, disse o ministério da saúde do país no sábado (4).

Uganda se tornou o primeiro país da África Oriental a detectar a variante Ômicron. O anúncio foi feito pelo Ministério da Saúde do país em publicação no Twitter na terça-feira (7).

No dia 11 de dezembro, Taiwan notificou os primeiros casos de Ômicron, encontrada em três pessoas que chegaram do exterior. Cuba também registrou nesta semana o primeiro caso, de acordo com a mídia estatal ACN. A variante foi identificada em uma pessoa que voltava de Moçambique, informou a agência na noite do dia 8 de dezembro.

Na segunda-feira (21), a Colômbia entrou para a lista depois de identificar três casos, disse o Ministério da Saúde. Os casos foram encontrados em moradores das cidades costeiras de Cartagena e Santa Marta.

Duas das pessoas visitaram os Estados Unidos e uma visitou a Espanha, disse o ministro da Saúde, Fernando Ruiz, em comunicado. Dois são colombianos e um é americano.

*Com informações da Reuters 

**Levantamento atualizado por Alvaro Gadelha

Mais Recentes da CNN