Após terminar em 13º, Hamilton diz que está fora da disputa pelo campeonato da F1

Heptacampeão perdeu as esperanças de título após posição decepcionante no Grande Prêmio da Emilia-Romagna, em Ímola, na Itália

Piloto Lewis Hamilton, da Mercedes.
Piloto Lewis Hamilton, da Mercedes. 12/12/2021REUTERS/Kamran Jebreili

Sana Noor Haqda CNN

Ouvir notícia

Lewis Hamilton disse que suas esperanças de título de 2022 acabaram, depois que ele obteve um decepcionante 13º lugar no Grande Prêmio da Emilia Romagna, neste domingo (24).

“Estou fora do campeonato, com certeza”, disse Hamilton após a corrida. “Não há dúvidas sobre isso. Mas ainda vou continuar trabalhando o máximo que puder para tentar e recompor de alguma forma.”

Hamilton foi incapaz de melhorar muito sua 14ª posição no grid de largada em Ímola, passando a maior parte da corrida perseguindo o piloto da Alpha Tauri, Pierre Gasly, enquanto também virou retardatário de seu rival da Red Bull, Max Verstappen.

O heptacampeão mundial terminou em 13º lugar na chuvosa sessão de classificação de sexta-feira, e depois caiu uma posição depois de um desempenho desastroso na corrida qualificatória Sprint de sábado – um novo formato controverso que será utilizado em três finais de semana desta temporada, inclusive no Brasil.

Falando sobre o resultado, Hamilton acrescentou: “Todos nós sentimos isso como equipe.”

“Tentando seguir em frente”

Hamilton terminou nove posições atrás do companheiro de equipe da Mercedes, George Russell, que ficou em quarto lugar – tornando-o o único piloto a alcançar os cinco primeiros em todas as corridas até agora nesta temporada.

“Pelo menos, George conseguiu alguns pontos para a equipe hoje. Minhas desculpas a todos por não ter conseguido fazer o mesmo”, disse Hamilton.

“Todo mundo está de cabeça baixa tentando o seu melhor, não há ninguém que desista, todo mundo está tentando avançar o mais rápido que puder. (Eu era) um alvo fácil hoje.”

Foi a Red Bull que dominou o pódio no domingo, com Verstappen e seu companheiro de equipe Sergio Pérez terminando em primeiro e segundo lugares, respectivamente. Lando Norris, da McLaren, ficou em terceiro.

Enquanto isso, a Ferrari não conseguiu capitalizar sua vantagem em casa. O líder do campeonato, Charles Leclerc, terminou em sexto depois de sair da pista, enquanto o companheiro de equipe Carlos Sainz caiu na primeira volta.

Atormentados por “porpoising”

A Mercedes tem sido atormentada com problemas nos carros nesta temporada, incluindo “porpoising” – um fenômeno no qual um carro atinge sua velocidade máxima e depois balança para cima e para baixo em sua suspensão.

“O balanço realmente te deixa sem fôlego. É o mais extremo que eu já senti”, disse Russell de acordo com a Reuters.

“Eu realmente espero que encontremos uma solução e espero que todas as equipes que estão lutando com isso encontrem uma solução, porque não é sustentável para os pilotos continuar nesse nível”, acrescentou.

“Este é o primeiro fim de semana em que estou realmente lutando com minhas costas e com dores no peito devido à gravidade desse balanço. Mas é exatamente o que temos que fazer para obter os tempos de volta mais rápidos do carro”, completou.

Após a corrida, o chefe da equipe, Toto Wolff, pediu desculpas a Hamilton pelo que descreveu como um carro “indirigível”.

“Desculpe pelo que você teve que pilotar hoje. Eu sei que isso é impossível de pilotar e não é o que merecemos para conseguir o resultado”, disse Wolff.

Ele atribuiu o mau desempenho da Mercedes no domingo ao porpoising, dizendo: “Por causa do balanço, não conseguimos correr onde deveríamos. Isso tem enormes ramificações na configuração [dos carros], então uma coisa está interligada à outra.”

“Acho que se conseguirmos controlar o porpoising, conseguiríamos muito mais em termos de desempenho no carro”, acrescentou Wolff.

Hamilton tentará subir na classificação do campeonato de pilotos no Grande Prêmio de Miami em maio, dizendo que não está “particularmente ansioso por isso no momento”.

“Tenho certeza que durante a semana terei um estado de espírito positivo. Estarei na fábrica amanhã para ver o que podemos melhorar.”

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN