Estrelas do futebol francês se enfrentam no tribunal por caso de chantagem

Benzema, do Real Madrid, enfrenta acusação de "cumplicidade na tentativa de chantagem" por vídeo sexual de Valbuena, meia do Olympiacos

Benzema e Valbuena já atuaram diversas vezes juntos pela seleção
Benzema e Valbuena já atuaram diversas vezes juntos pela seleção Charles Plateau/Reuters

Ouvir notícia

Um vídeo de sexo, suposta chantagem e duas estrelas do futebol francês: o julgamento do atacante francês Karim Benzema começou nesta quarta-feira (20), e chama a atenção.

Benzema, que joga pelo Real Madrid, enfrenta a acusação de “cumplicidade na tentativa de chantagem” contra o ex-companheiro da seleção francesa e atual meio-campista do Olympiacos, Mathieu Valbuena, segundo documentos do promotor de Versailles.

O julgamento, que deve durar três dias, terá Benzema no banco dos réus, ao lado de quatro homens que supostamente tentaram chantagear Valbuena por causa de um “vídeo de sexo” envolvendo o atleta.

Benzema é acusado de pressionar Valbuena – então companheiro na seleção francesa – a pagar chantagistas para impedir que o vídeo se tornasse público.

Segundo documentos da procuradoria, em 2015, Valbuena recebeu uma ligação anônima no campo de treinamento da seleção francesa fora de Paris.

A pessoa que ligou tentou “fazer um acordo” com o jogador sobre o suposto vídeo, mas só o faria se Valbuena nomeasse um intermediário de confiança.

Em vez de obedecer, o atleta entrou com uma queixa policial, onde afirma ter recebido mais ligações e mensagens do chantagista anônimo, reiterando a necessidade de um intermediário de confiança para “resolver o problema”, segundo documentos da promotoria.

Cumplicidade na tentativa de chantagem

Se for considerado culpado, Benzema pode pegar uma pena máxima de cinco anos de prisão e uma possível multa de 75.000 euros (cerca de R$ 480 mil reais), de acordo com a promotoria.

Dos cinco homens em julgamento, Benzema é o único réu que enfrenta a menor acusação, de “cumplicidade na tentativa de chantagem”.

Os outros quatro homens estão enfrentando acusação de “tentativa de chantagem”, incluindo dois que podem enfrentar uma condenação mais severa por já terem cometido crime semelhante.

Valbuena comparecerá ao julgamento, disse seu advogado Paul-Albert Iweins à CNN, que acrescentou que o jogador de futebol, “sempre pediu que houvesse um julgamento público para que este caso permita que o público entenda plenamente que ele é a vítima dos fatos que estão sendo julgados”.

Na bancada oposta, o advogado de Benzema, Sylvain Cormier, disse à CNN: “Esperamos que o julgamento finalmente traga à luz o absurdo das acusações contra Karim Benzema.”

Benzema não esteve no tribunal na quarta-feira, segundo seu advogado. Quando a investigação começou, o jogador negou as acusações.

Volta à seleção

No âmbito deste caso, Benzema foi colocado sob investigação formal em novembro de 2015, e em seguida foi suspenso da seleção francesa, meses antes da Eurocopa de 2016.

O presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noel Le Graet, tomou uma “decisão pessoal” de excluir Benzema do time, após seu suposto envolvimento na chantagem de Valbuena.

Cerca de cinco anos após a queixa policial inicial, Benzema voltou à seleção francesa para a Euro 2020, onde os “bleus” foram eliminados nos pênaltis pela Suíça. Benzema marcou quatro gols no torneio.

Ele também jogou a final da Liga das Nações na semana passada contra a Espanha, onde a França foi campeã.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original em inglês)

Mais Recentes da CNN