Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Copa América não deve ser suspensa, mas STF deve sugerir critérios rígidos

    Com três ações contrárias ao campeonato no país, a sinalização, até o momento, é que o Supremo permita a realização dos jogos

    Mané Garrincha deve ter jogos da Copa América
    Mané Garrincha deve ter jogos da Copa América Foto: Governo do Distrito Federal

    Galton Sé

    Da CNN, em Brasília

    Ouvir notícia

    Até o momento, três ações já foram protocoladas no Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar a Copa América. No entanto, segundo apurou a CNN, a tendência é não suspender a realização da competição.

    Com três ações contrárias ao campeonato no país, a sinalização, até o momento, é que o Supremo permita a realização dos jogos, mas defina critérios rígidos com o objetivo de evitar contaminação da Covid-19.

    Entre as determinações estariam a proibição da entrada de público nas partidas; distanciamento social nos estádios; limitação no número de pessoas autorizadas a trabalhar nos jogos.

    Se o STF barrar o evento aqui no Brasil, não há possibilidade de recurso para reverter a decisão – nem mesmo na Justiça desportiva.  

    Ações no STF

    A decisão de barrar o campeonato está nas mãos de dois ministros do STF.  Cármen Lúcia é relatora de duas das ações. A última foi protocolada nesta quarta-feira (2) pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM). A ministra relata, ainda, outro pedido, desta vez, feito pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB).

    A terceira ação está com o ministro Ricardo Lewandowski, relator do pedido protocolado pelo Partido dos Trabalhadores (PT). O partido argumenta que a autorizar a competição no Brasil é irresponsável e põe em risco a saúde da população do país e das delegações estrangeiras.

    Em pronunciamento à nação, o presidente Jair Bolsonaro voltou a citar que os jogos serão realizados no Brasil e vão seguir as mesmas regras de segurança estabelecidos para outros campeonatos: “Seguindo o mesmo protocolo da Copa Libertadores e Eliminatórias da Copa do Mundo, aceitamos a realização, no Brasil, da Copa América”.

    Mais Recentes da CNN