Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Ary Borges brilha e Brasil goleia o Panamá em estreia na Copa do Mundo Feminina

    Meia-atacante, ex-Palmeiras, marcou três na goleada da Seleção em Adelaide; Marta entrou no segundo tempo

    Ary Borges comemora seu terceiro gol na estreia do Brasil na Copa do Mundo
    Ary Borges comemora seu terceiro gol na estreia do Brasil na Copa do Mundo Sarah Reed/Getty Images

    Bruno Rodriguesda CNN

    A Seleção Brasileira estreou com goleada na Copa do Mundo Feminina. Nesta segunda-feira (24), a equipe da técnica Pia Sundhage venceu o Panamá por 4 a 0, em Adelaide, na Austrália, com grande atuação da meio-campista Ary Borges.

    A jogadora do Racing Louisville, dos Estados Unidos, marcou três gols e ainda deu assistência para mais um, de Bia Zaneratto.

    Apesar do placar elástico, esta foi apenas a terceira melhor estreia do Brasil em Mundiais femininos. Na edição de 1999, bateu o México por 7 a 1. Em 2007, goleou a Nova Zelândia, 5 a 0.

    Com o triunfo, a Seleção Brasileira assume a liderança do grupo F, com três pontos. França e Jamaica têm um, e o Panamá, zero.

    Maior artilheira da história das Copas, Marta começou a partida no banco de reservas. A Rainha do Futebol entrou somente no fim da etapa final, justamente no lugar do destaque do jogo, Ary Borges, aplaudida pelos torcedores presentes no Hindmarsh Stadium.

    Desde o início, o time brasileiro imprimiu um ritmo forte, pressionando as panamenhas e recuperando a bola com facilidade. Com o domínio da posse de bola, a equipe logou abriu vantagem no placar.

    Debinha recebeu de Tamires na esquerda, cortou para o meio e cruzou na cabeça de Ary, que marcou o primeiro, aos 18 minutos. Aos 38, de novo em jogada pelo lado esquerdo, Ramires foi à linha de fundo e encontrou Ary Borges na pequena área. A camisa 17 cabeceou para a boa defesa da goleira Bailey, mas aproveitou o rebote para ampliar.

    Com tranquilidade para construir a partir da troca de passes, o Brasil chegou ao terceiro ainda no início da etapa final, em bonita jogada coletiva — e novamente pela esquerda do ataque.

    Debinha tabelou com Adriana e cruzou para o centro da área. Ary Borges, de frente para o gol, ajeitou e rolou para trás, e Bia Zaneratto chegou para finalizar e anotar o terceiro.

    A artilheira da partida (e da Copa até aqui) fechou a vitória aos 24. Geyza cruzou e Ary, mais uma vez de cabeça, marcou o quarto.

    Com os três gols anotados nesta segunda, a jogadora de 23 anos repetiu os feitos de Sissi e Pretinha, que marcaram três cada uma no primeiro jogo da equipe nacional na Copa de 1999 (goleada por 7 a 1 contra o México), e Cristiane, que registrou um hat-trick na primeira partida da edição de 2019 (vitória sobre a Jamaica por 3 a 0).

    A Seleção Brasileira volta a campo no sábado (29), contra a França, às 7h (de Brasília), em Brisbane, na Austrália.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas