Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Auxiliar de Abel Ferreira garante: Palmeiras não precisa “secar” rivais

    Vitor Castanheira afirma que o Palmeiras só olha para ele mesmo nesta reta final de Campeonato Brasileiro

    Com Abel Ferreira e João Martins suspensos, Vitor Castanheira comandou o Palmeiras na goleada por 4 a 0 diante do América-MG
    Com Abel Ferreira e João Martins suspensos, Vitor Castanheira comandou o Palmeiras na goleada por 4 a 0 diante do América-MG Reprodução

    Mateus Pinheiroda Itatiaia

    O Palmeiras venceu o América-MG por 4 a 0 no Allianz Parque, em São Paulo, nesta quarta-feira (29), pela 36ª rodada da competição. Com a suspensão de Abel Ferreira e do auxiliar João Martins, quem comandou o time à beira do campo foi Vitor Castanheira, da comissão técnica portuguesa.

    “O futebol é mágico. Há um mês e meio diziam que o Palmeiras estava fora. Isso demonstra resiliência, esforço dos atletas. Não vamos ganhar todas, mas a equipe compete em todas as competições. Em relação aos outros, não controlamos o que fazem, só o que depende de nós. E é o que vamos fazer nesta reta final”, analisou Castanheira em entrevista coletiva no Allianz Parque.

    Com a vitória, o Palmeiras vai a 66 pontos e se mantém líder da competição. Agora, a vantagem é de três pontos para o vice-líder Botafogo, e os mesmos três pontos de diferença com relação ao Atlético-MG, que é terceiro.

    “Vou dizer, esta equipe não olha para trás nem para o lado. Não controlamos os outros, só controlamos o que fazemos. Chegamos a uma posição que queríamos, só dependemos de nós, só temos foco em frente e ganhar o próximo jogo. É o que esta comissão e os jogadores querem”, explicou.

    Existe a possibilidade matemática do Palmeiras ser campeão na 37ª rodada, a depender dos resultados de Botafogo, Flamengo e Atlético-MG.

    Vitória contra o América-MG sem Abel

    Ainda nos primeiros lances de jogo, Endrick abriu o placar para o Palmeiras. Na reta final da primeira etapa, Éder marcou contra para o América-MG e ampliou o marcador. No fim do segundo tempo, Flaco López fechou a conta com mais dois gols.

    “A equipe teve dinâmica, agressiva, foi à procura do que precisava, uma boa vitória, expressiva. E conseguimos. Conseguimos os três pontos, que eram fundamentais”, analisou Castanheira.

    Abel Ferreira esteve suspenso da partida por ter recebido o terceiro cartão amarelo contra o Fortaleza. Auxiliar imediato, João Martins foi expulso também na capital cearense pela 35ª rodada.

    “Esta comissão técnica trabalha junta há oito anos. A sinergia e conhecimento é quase no olhar, o que queremos um dos outros. O plano de jogo foi feito e foi executado na perfeição. Fiquei ali, porque o Abel e o João não podiam, mas a dinâmica foi igual a dos outros jogos”, finalizou.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original