Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Botafogo vence o Bragantino e dispara na liderança do Campeonato Brasileiro

    Com gols de Di Plácido e Eduardo, o Glorioso abriu 13 pontos de distância do Flamengo, segundo colocado

    Di Plácido fez um golaço no segundo tempo e fechou o placar do jogo
    Di Plácido fez um golaço no segundo tempo e fechou o placar do jogo Vítor Silva/Botafogo

    Matheus Dantasda Itatiaia

    Na liderança e abrindo vantagem: assim está o Botafogo no Campeonato Brasileiro. Com gols de Eduardo e Di Plácido, o Alvinegro venceu o Bragantino neste sábado (15), por 2 a 0 no Nilton Santos, em jogo para lá de movimentado, na qual o adversário teve boas chances, mas parou em Lucas Perri.

    Com o resultado, o Botafogo chegou aos 39 pontos e abriu uma vantagem de 13 para o vice-líder Flamengo, que, assim como os demais times, entram em campo pela 15ª rodada neste domingo (16). O Bragantino, ainda com 24 pontos, segue na sexta posição.

    O Botafogo volta a campo nesta quarta (19), pela Sul-Americana, diante do Patronato-ARG, no Rio de Janeiro. Na ida, o Alvinegro venceu por 2 a 0 e pode perder por até um gol de diferença.

    Primeiro tempo lá e cá

    Chances de gols, disputa intensa no meio de campo, boas jogadas… Não faltaram emoções na etapa inicial, apesar da bola não ter entrado. O Botafogo buscou impor seu ritmo de jogo e teve as melhores oportunidades.

    Na melhor delas, Eduardo carimbou o travessão de Cleiton, aos 26. Antes, Luis Henrique e Tiquinho Soares também já haviam finalizado com perigo contra à meta do Bragantino.

    Quando não foram os atacantes do Botafogo, foi Luan Patrick, em lance para lá de esquisito, que quase abriu o placar. O zagueiro recebeu bola dividida e, ao tentar afastar, quase marcou contra.

    O time de Pedro Caixinha não se intimidou e criou muitos problemas para o Botafogo. A marcação encaixada dificultou a saída de bola adversária, e o Bragantino encaixou bons ataques após recuperar a posse no campo ofensivo.

    As finalizações mais perigosas foram de Lucas Evangelista e Juninho Capixaba, aos 17 e aos 34 minutos, respectivamente. Lucas Perri foi o responsável por evitar os gols.

    Quem não faz leva!

    O Botafogo voltou com Segovinha no lugar de Júnior Santos. O que não mudou foi o ritmo intenso do jogo e, no primeiro minuto da etapa final, Vitinho deixou Bruno cara a cara com Perri. O goleiro alvinegro, mais uma vez, fez grande defesa e impediu o Bragantino de abrir o placar no Nilton Santos.

    Então, uma máxima do futebol entrou em ação: quem não faz leva. No minuto seguinte, Cuesta lançou na área e, na saída ruim de Cleiton e no corte parcial de Natana, Tchê Tchê ficou com a bola dentro da área, rolou para trás, e Eduardo balançou a rede: Botafogo na frente do Bragantino aos dois minutos!

    As arquibancadas do Nilton Santos foram ao êxtase aos 15, quando Di Plácido acertou um belo chute e fez 2 a 0 para o Alvinegro. A jogada, bem construída, teve participação de Tchê Tchê e Segovinha.

    A partir daí, os mais de 30 minutos de jogo foram com o Bragantino com a posse de bola, mas a defesa do Botafogo – a menos vazada do Campeonato Brasileiro – sem sofrer grandes riscos. Não houve chances tão claras para o time paulista como as desperdiçadas com o placar ainda zerado.

    Botafogo 2 x 0 Bragantino

    Botafogo: Lucas Perri; Di Plácido, Adryelson, Cuesta e Marçal; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Danilo Barbosa) e Eduardo (Gustavo Sauer); Júnior Santos (Matías Segovia), Luis Henrique (Carlos Alberto) e Tiquinho Soares (Janderson) – Técnico: Cláudio Caçapa.

    Bragantino: Cleiton; Andrés Hurtado, Luan Patrick, Natan e Juninho Capixaba; Lucas Evangelista (Thiago Borbas), Eric Ramires e Bruninho (Sorriso); Eduardo Sasha e Vitinho – Técnico: Pedro Caixinha.

    Gols: Eduardo (3’/2ºT) e Di Plácido (15’/2ºT) do Botafogo

    Cartão amarelo: Cuesta (BOT); Vitinho (BGT)

    Cartão vermelho: Não houve.

    Público e renda: 33.635 pagantes / 37.036 presentes / R$ 1.806.495,00

    Motivo: 15ª rodada do Campeonato Brasileiro

    Data e hora: 15 de julho de 2023, às 21h (de Brasília)

    Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

    Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)

    Assistentes: Thiago Augusto Kappes Diel (RS) e Michael Stanislau (RS)

    Árbitro de vídeo: Rafael Traci (SC)