Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Chapecoense recebe homenagens por 7 anos do acidente que matou elenco

    Em 2016, 71 pessoas morreram com queda de avião para levava o time para Colômbia

    Chapecoense recebe homenagens e orações por mortos no acidente aéreo, em 2016, na Colômbia.
    Chapecoense recebe homenagens e orações por mortos no acidente aéreo, em 2016, na Colômbia. Reprodução/Chapecoense

    Jairo Nascimentoda CNN

    O dia 29 de novembro de 2016 foi um dos mais tristes da história do futebol brasileiro. Há 7 anos, o avião que levava a delegação da Chapecoense caiu, na Colômbia. 71 pessoas morreram e 6 sobreviveram ao acidente.

    Para relembrar a data, o clube fará uma série de homenagens na Arena Condá, em Chapecó. Outros clubes também publicaram homenagens, a exemplo do Palmeiras e do colombiano Atlético Nacional.

    Homenagens

    Em Chapecó, o time abriu a Arena Condá, para receber torcedores. Eles poderão fazer orações e relembrar os mortos na tragédia. Haverá, no campo e pelo estádio, flores brancas. A Arena ficará aberta entre 9h e 22h desta quarta-feira (29).

    Na época, o time jogaria contra o Atlético Nacional, pela Sul-Americana. O time colombiano publicou foto destacando a irmandade entre os clubes e chamou as vítimas de “eternos campeões”.

    No Brasil, o Palmeiras usou o X, antigo Twitter, para recordar e prestar solidariedade ao time.

    O acidente

    Em 2016, a Chapecoense disputou a Copa Sul-Americana e chegou a final contra o Atlético Nacional. O jogo de ida estava marcado para o dia 30/11, em Medellín.

    No dia 28/11, a delegação do clube viajou para Colômbia no voo 2933 da LaMia. Além dos jogadores, os passageiros eram compostos por dirigentes, comissão técnica, jornalistas, tripulantes e convidados.

    O avião caiu em solo colombiano, no dia 29/11. Das 77 pessoas a bordo, 71 morreram e 6 sobreviveram. Segundo uma investigação da Aeronática Civil da Colômbia, a causa foi falta de combustível.

    A pedido do Atlético Nacional, a Conmebol declarou a Chapecoense como vencedora da competição naquele ano.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas