Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Estrela do futebol inglês, Dele Alli revela ter sofrido abuso sexual quando criança

    Dele Alli contou, em entrevista ao canal "The Overlap", que crime foi cometido por amigo de sua mãe

    Dele Alli concedeu entrevista ao ex-jogador Gary Neville
    Dele Alli concedeu entrevista ao ex-jogador Gary Neville Reprodução/The Overlap

    Maria Fernanda Ramosda Itatiaia

    O meio-campista Dele Alli, atualmente no Everton-ING, se abriu em relação aos diversos traumas que teve durante a vida. Em conversa emocionante ao canal de YouTube “The Overlap”, o atleta afirmou ao ex-jogador Gary Neville que foi abusado aos 6 anos, começou a traficar drogas aos 8 e pensou em se aposentar aos 24.

    Dele Alli surgiu como uma das principais promessas do futebol inglês enquanto estava no Tottenham-ING, mas após a saída de Mauricio Pochettino, hoje no Chelsea-ING, o jogador não conseguiu render o esperado.

    O meia-atacante chegou a cogitar se aposentar aos 24 anos devido aos diversos problemas na vida pessoal. Ele revelou que teve problemas com vício em remédios para dormir, e precisou buscar uma clínica de reabilitação.

    “Uma manhã, eu acordei e tinha que ir treinar. Parece dramático, mas eu me olhei no espelho e eu estava me perguntando: ‘Posso me aposentar agora?’, aos 24 anos, fazendo o que amo. Isso quebrou meu coração”, contou a Gary Neville, durante a entrevista.

    No entanto, o drama de Dele Alli começou logo na infância. O jogador contou que foi abusado aos seis anos, por um amigo da mãe biológica. Além disso, precisava lidar com os problemas de alcoolismo da mãe. Logo aos oito anos, Dele Alli já traficava drogas e fumava.

    “Aos sete anos comecei a fumar e aos oito comecei a traficar. Uma pessoa me disse que eles não paravam crianças de bicicleta, então eu andava com minha bola de futebol e com as drogas atrás”, contou. Aos 11 anos, o jogador foi pendurado em uma ponte por um traficante e, aos 12, uma família o adotou. Segundo o atleta, foi ali que a vida mudou. Aos 16, Dele Alli começou a jogar futebol profissionalmente.

    Apesar dos problemas familiares na infância, Dele Alli contou que não culpa a mãe pelo que aconteceu. “Ir para a reabilitação me ajudou a entendê-la”, disse.

    Gratidão a Pochettino

    Para o jogador, a saída do treinador Mauricio Pochettino do Tottenham foi muito difícil. O técnico deixou a equipe inglesa em 2019 e deu lugar a José Mourinho, com quem Dele Alli teve problemas. Na época, Mourinho disse que o atleta era preguiçoso e, segundo ele, torcedores e até mesmo outros treinadores usaram essa afirmação como munição para fazer críticas ao jogador.

    “Ele (Pochettino) foi muito compreensivo com as decisões que eu tomei, me orientou e se preocupou comigo como pessoa antes do futebol. Era o que eu precisava naquele momento”, contou.

    Expectativas para a temporada

    Dele Alli se recupera de uma lesão no quadril, que o afastou dos gramados pelo Besiktas, da Turquia. Sobre as expectativas para a temporada no Everton, o jogador afirmou que está pronto e preparado para enfrentar qualquer desafio.