Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Fortaleza reclama de gol do Cruzeiro: “Cortaram cabeça para tirar impedimento”

    Clube vai à CBF questionar critério usado para validar gol de Bruno Rodrigues

    Sérgio Papelin, diretor do Fortaleza, falou sobre gol do Cruzeiro na Arena Castelão
    Sérgio Papelin, diretor do Fortaleza, falou sobre gol do Cruzeiro na Arena Castelão Foto: João Moura/ Fortaleza EC

    Marcel Rizzoda Itatiaia

    A diretoria do Fortaleza vai encaminhar uma reclamação oficial à CBF sobre o gol que levou do Cruzeiro na noite deste sábado (18), na Arena Castelão, na capital cearense, e que decretou a derrota por 1 a 0 pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

    “Não é justificativa pela derrota. Mas você vai em um lance que o VAR corta cabeça e ombro do jogador para tirar impedimento, isso não existe. Nós estamos entrando com questionamento na CBF, educadamente, sem precisar chutar porta de arbitragem”, disse o executivo de futebol do Fortaleza, Sérgio Papelin.

    A ideia do Fortaleza é ir pessoalmente à sede da entidade no Rio, falar com o chefe de arbitragem da confederação brasileira, Wilson Seneme. O clube e o técnico Juan Pablo Vojvoda, normalmente, são comedidos em falar de arbitragem, mas o fato de o time acumular seis derrotas nos últimos sete últimos jogos do Brasileirão, estacionado na 12ª colocação e com 43 pontos, começa a preocupar. A torcida vaiou e chamou o time de “sem vergonha” após o jogo.

    “Vamos questionar a CBF sobre esse impedimento não ser marcado ou o critério para definir o que é impedimento ou não”, disse Papelin.

    O Fortaleza volta a campo, na próxima quinta-feira (23), na Arena Castelão, para enfrentar o Botafogo, 18h30 (de Brasília), também em jogo atrasado, este pela 29ª rodada do Brasileirão.


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original