Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Abel Ferreira é punido por ter tomado celular de jornalista

    Treinador português do Palmeiras pode recorrer da decisão

    Abel Ferreira tira celular de jornalista na zona mista do Mineirão
    Abel Ferreira tira celular de jornalista na zona mista do Mineirão Henrique André / Rádio Itatiaia

    Redaçãoda Itatiaia

    O treinador Abel Ferreira foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com um jogo de suspensão por ter tomado o celular de um jornalista da TV Globo após a partida entre Atlético Mineiro e Palmeiras, no dia 28 de maio de 2023. O português participou virtualmente do julgamento realizado nesta terça-feira (27).

    O técnico do time paulista pode recorrer da decisão que o tira de um jogo do Campeonato Brasileiro. Na decisão, ficou estabelecido que ele não terá que pagar nenhuma multa.

    Ao longo do depoimento, Abel Ferreira alegou que não sabia que local era destinado à imprensa e não teria visto crachá do produtor da TV Globo.  A Procuradoria alegou que o profissional estava no local adequado e vestindo o colete que caracteriza a imprensa.

    Abel tomou o celular da mão do produtor Pedro Spinelli, da TV Globo, quando fazia um registro na parte interna do estádio. A cena aconteceu na zona mista do Mineirão, espaço destinado à imprensa e de livre circulação de jornalistas.

    Enquanto o diretor executivo Anderson Barros, do Palmeiras, questionava o quarto árbitro Ronei Cândido sobre o gol de Rony anulado, o português se aproximou e tentou presentear o membro da equipe de arbitragem com uma camisa do Palmeiras. Educadamente, o árbitro recusou a oferta.

    Logo em seguida, Ronei tentou que o técnico conduzisse Anderson Barros para o vestiário para encerrar as queixas à equipe de arbitragem. Sem gostar da postura, o dirigente foi em direção ao quarto árbitro para tentar prosseguir com o debate, que ocorria de forma educada. Nesse momento, Abel Ferreira viu que membros da imprensa gravavam toda a conversa e partiu na direção do produtor da TV Globo, tomando o celular.

    Pediu desculpas

    Logo após o incidente, em entrevista coletiva, o técnico Abel Ferreira se desculpou e explicou o episódio.

    Passou-se aqui uma discussão, uma confusão ali no túnel, entre nosso diretor esportivo e um dos assistentes da arbitragem. E tinha ali, não sei se repórteres, a filmarem tudo. Eu peço desculpas se me excedi. São coisas do futebol, isso é muito nosso, mas infelizmente hoje todos têm câmeras. Peço desculpas se me excedi. Há coisas que a imprensa não tem que saber”, pontuou.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original