Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Fortaleza e Ceará vão bancar árbitro de outro estado para a final

    Ramon Abatti, de Santa Catarina, foi escalado para apitar o primeiro confronto decisivo, neste sábado (30); 11 profissionais de fora do Ceará estão contratados

    Ramon Abatti foi escalado para primeiro jogo da final do Campeonato Cearense
    Ramon Abatti foi escalado para primeiro jogo da final do Campeonato Cearense Cesar Greco/Palmeiras

    Marcel Rizzoda Itatiaia

    As diretorias de Fortaleza e Ceará solicitaram à Federação Cearense de Futebol (FCF) arbitragem de fora do estado para os dois jogos das finais do Campeonato Cearense. Os clubes vão dividir o custo de cerca de R$ 100 mil por partida.

    Para o primeiro confronto neste sábado (30), na Arena Castelão, em Fortaleza, o árbitro escalado foi Ramon Abatti, de Santa Catarina. Ele terá como auxiliares Rodrigo Correa, do Rio, e Alex Ang, de São Paulo. No comando do VAR estará Wagner Reway, do Espírito Santo. Edina Alves, de São Paulo, será a quarta árbitra.

    O custo da estrutura do árbitro de vídeo, de cerca de R$ 25 mil, será da FCF. O jogo terá início às 16h40.

    O Fortaleza fez o pedido inicial, e o Ceará concordou. No Clássico-Rei de 17 de fevereiro, pelo Cearense, houve reclamações com relação à atuação do árbitro cearense Raimundo Rodrigues de Oliveira Júnior.

    A direção do Leão reclamou de toque no braço do atacante Facundo Barceló em lance que originou o pênalti para o Vozão, que decretou o empate por 3 a 3. Foram três expulsões e muita confusão entre os atletas.

    Foram contratados 11 profissionais, todos de fora do Ceará, entre equipe de arbitragem e de observação:

    • Árbitro: Ramon Abatti – SC (Fifa)
    • Árbitro Assistente 1: Rodrigo Correa – RJ (Fifa)
    • Árbitro Assistente 2: Alex Ang – SP (Fifa)
    • Quarto Árbitro: Edna Alves – SP (Fifa)
    • Quinto Árbitro: Edlene Freire – RN (CBF)
    • Inspetor: Francisco de Assis Almeida Filho
    • Assessor: Italo Medeiros de Azevedo – RN (CBF)
    • VAR: Wagner Reway – ES (FIFA)
    • AVAR: Cleriston Clay – SE (MASTER)
    • AVAR 2: Elmo Cunha – GO (MASTER)
    • Observador VAR: Hilton Moutinho – RJ (CBF)
    • Quality Manager: Tatiana Guedes – RJ (CBF)

    Para a segunda partida, em 6 de abril, na Arena Castelão, o árbitro também será de outro Estado, em nome a ser definido.


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original