Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Clubes e personalidades do esporte prestam homenagens a Antero Greco

    Apresentador da ESPN por quase três décadas, jornalista morreu nesta quinta-feira (16), vítima de tumor cerebral

    Antero Greco, jornalista da ESPN, morreu nesta quinta-feira (16)
    Antero Greco, jornalista da ESPN, morreu nesta quinta-feira (16) Foto: Reprodução/ ESPN

    Pedro Leiteda Itatiaia

    O jornalismo brasileiro está de luto com a morte do apresentador Antero Greco, na madrugada desta quinta-feira (16), vítima de um tumor cerebral. Sempre conhecido pelo bom humor em frente às câmeras, o comunicador gerou comoção em diversos companheiros de profissão. Nas redes sociais, comentaristas e narradores escreveram mensagens de carinho.

    Jornalistas que trabalharam com Antero na ESPN, Everaldo Marques e Leonardo Bertozzi destacaram o “sorriso” e a “gentileza” do icônico apresentador do SportsCenter. Já o narrador Paulo Andrade descreveu o companheiro como um “sujeito amável, doce, de astral sempre elevado, solidário, humilde, parceiro… Um jornalista admirável, exemplar, de conduta impecável”.

    Apresentador do “Resenha ESPN”, André Plihal também homenageou o amigo: “Que honra a minha ter aproveitado mais de 25 anos das nossas vidas juntos. Os últimos 4 foram muito duros, sabemos. Menos mal, pra você, que nesse período o Palestra não parou de dar volta olímpica. Até mais, amigo”.

    Clubes

    Nesta quinta-feira (16), o Palmeiras publicou nas redes sociais uma mensagem de condolência pela morte de Antero Greco. Durante a carreira, o apresentador nunca escondeu seu carinho pelo Alviverde Paulista. Na homenagem, o clube destaca o legado deixado pelo jornalista e a paixão pelo Palestra.

    “A Sociedade Esportiva Palmeiras lamenta a morte de Antero Greco, um dos principais jornalistas do Brasil. Profissional exemplar e palestrino de coração, Antero deixa um legado de amor ao futebol e à vida que perdurará para sempre em nossos corações. Prestamos condolências aos familiares, amigos e fãs do esporte neste momento de tristeza e saudade”, publicou o clube.

     

    Mesmo sendo palmeirense, Antero era querido por outras torcidas do futebol brasileiro. O Corinthians também publicou uma homenagem para o jornalista.

    “O Sport Club Corinthians Paulista lamenta o falecimento do jornalista Antero Greco. Ele faleceu nesta quinta-feira (16), em decorrência de complicações de um tumor cerebral. Desejamos muita força aos familiares e amigos e pessoas próximas neste momento de luto e dor”, postou o clube.

     

    Em nota oficial, o São Paulo lamentou o falecimento do jornalista, citando Antero Greco como “referência”.

    “O São Paulo FC lamenta profundamente o falecimento do jornalista Antero Greco, referência na imprensa esportiva. Nossos sentimentos e condolências aos familiares, amigos e admiradores de Antero neste momento de dor”, publicou o Tricolor.

    O Atlético-MG destacou a carreira de Antero Greco no jornalismo esportivo e prestou condolências aos familiares, amigos e fãs.

    “O Galo lamenta o falecimento do jornalista Antero Greco, nesta quinta-feira (16), aos 69 anos. Nossos sinceros sentimentos a todos os familiares, amigos e fãs. Com quase 50 anos de carreira dedicados à cobertura esportiva, o jornalista lutava, há dois anos, contra um tumor cerebral. Sentiremos sua falta, Antero! Descanse em paz.

    Antero Greco

    Filho de imigrantes italianos, Antero Greco nasceu na capital paulista e se formou jornalista pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Ele começou a carreira em 1974 no jornal Estado de São Paulo, e anos depois, passou a ser repórter esportivo no veículo.

    Uma das principais passagens da carreira do jornalista se deu na ESPN. A convite de José Trajano, Antero fez parte da primeira equipe de transmissões da empresa no Brasil, em 1994, ainda com o nome “TVA Esportes”.

    Na emissora, o profissional participou da criação do programa Futebol no Mundo, do qual também foi um dos redatores até o início de 2000. No mesmo ano, passou a ser apresentador do “SportsCenter”, principal programa do canal, e formou dupla com Paulo Soares, o “Amigão”. Ambos foram os “titulares” na edição noturna por mais de 20 anos.


    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original