Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Clubes vão pedir à CBF reconhecimento de torneio do Nordeste como título nacional

    Ceará, Fortaleza e Sport, com apoio das federações locais, vão enviar dossiê e pedido para que títulos regionais nas décadas de 1960 e 1970 sejam considerados como Brasileiro

    Foto: Reprodução

    Marcel Rizzoda Itatiaia

    As diretorias de Ceará, Fortaleza e Sport prepararam um dossiê que será enviado ao presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, solicitando que as conquistas do Torneio Norte/Nordeste de 1968, 1969 e 1970 sejam consideradas títulos nacionais.

    A Federações do Ceará e de Pernambuco vão dar suporte à solicitação.

    O Sport foi o campeão da edição de 1968, batendo o Remo na final, o Ceará o de 1969, ganhando também do Remo, e o Fortaleza de 1970 derrotando o Sport na decisão.

    Uma reunião na segunda-feira (5) entre dirigentes definiu os principais pontos que serão abordados. Os clubes entenderam que um pleito conjunto terá mais força.

    Em agosto de 2023, a CBF reconheceu o Atlético-MG como campeão brasileiro de 1937 por causa do título do Torneio dos Campeões, que reuniu clubes de Minas, São Paulo, Rio e Espírito Santo.

    O pedido dos clubes do Nordeste, entretanto, terá como base outro reconhecimento recente da CBF, de 2010. A entidade unificou como títulos brasileiros as conquistas entre 1959 e 1970, pré-Campeonato Brasileiro. Os ganhadores do Torneio Roberto Gomes Pedrosa e da Taça Brasil foram considerados campeões nacionais. Bahia, Palmeiras, Santos, Cruzeiro, Botafogo e Fluminense receberam até réplicas da taça da Série A nacional à época.

    O principal argumento para considerar os títulos do Norte/Nordeste como nacional é que, à época, a CBD, hoje a CBF, havia planejado organizar uma competição entre os campeões dos principais torneios disputados no país à época. Os vencedores do “Brasileirão do Norte”, como era apelidado o regional, enfrentariam os ganhadores do Roberto Gomes Pedrosa, da Taça Brasil e de outra competição realizada entre os times do Sul.

    A proposta nunca saiu do papel, principalmente pelo desinteresse dos clubes do Sul e Sudeste de enfrentarem os times do Norte e Nordeste. Segundo os clubes, há farta documentação que comprova que esses confrontos deveriam ter ocorrido, entre papelada oficial e matérias feitas pela imprensa à época.

    “O pleito é um reconhecimento baseado no bom senso esportivo e, portanto, justo de aprovação por parte da Confederação Brasileira de Futebol”, informou a direção do Ceará, em nota.

    Não há prazo para a CBF tomar uma decisão, mas normalmente o caso é repassado a historiadores, que analisam a documentação enviada. E há também, claro, o fator político na decisão.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original