Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Cássio chega a Belo Horizonte para assinar contrato com o Cruzeiro

    Goleiro terá que esperar a abertura da janela de transferências, em 10 de julho, para ser regularizado e ter condições de atuar

    Cássio viajou de Congonhas, em São Paulo, até a Pampulha, em BH, em um avião de Pedro Lourenço
    Cássio viajou de Congonhas, em São Paulo, até a Pampulha, em BH, em um avião de Pedro Lourenço Foto: Reprodução / Aeroporto de Congonhas

    Pedro LeiteRubens JuniorLeonardo GimenezEmerson Pancierida Itatiaia

    Belo Horizonte

    O goleiro Cássio, de 36 anos, chegou a Belo Horizonte às 12h52 desta terça-feira para assinar contrato com o Cruzeiro e se juntar aos demais companheiros na Toca da Raposa II.

    O reforço cruzeirense desembarcou em um hangar no Aeroporto da Pampulha após viajar de São Paulo para a capital mineira em um avião do empresário Pedro Lourenço, sócio-majoritário da Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

    O acesso à imprensa foi proibido no hangar para que Cássio tivesse mais privacidade em sua chegada a Belo Horizonte.

    Logo após o desembarque, Cássio seguiu de carro para a Toca da Raposa II, onde realizará exames médicos, assinará contrato de três anos e meio e se juntará ao elenco comandado por Fernando Seabra.

    Estreia só em julho

    Cássio terá que esperar a abertura da janela de transferências, em 10 de julho, para ser regularizado e ter condições de atuar. Até lá, o reforço apenas treinará com o elenco na Toca da Raposa II.

    Em 10 ou 11 de julho, em estádio a ser confirmado, o time celeste visitará o Palmeiras, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo pode marcar a estreia de Cássio com a camisa do Cruzeiro.

    Na entrevista que marcou a sua despedida do Corinthians, Cássio animou a torcida do Cruzeiro ao afirmar que será vitorioso em seu novo clube. “Onde eu for, vou jogar bem, pode ter certeza disso (risos). Vou ser muito vitorioso onde eu for, vou ter sucesso onde eu for”, disse o Gigante, de 1,96m de altura.

    História rica no futebol

    Cássio começou a carreira profissional em 2006, pelo Grêmio. Jovem e com poucas oportunidades, ele foi negociado com o PSV-HOL. Depois, o goleiro defendeu Sparta Rotterdam-HOL e PSV novamente, até chegar ao Corinthians em 2012.

    O goleiro soma algumas convocações à Seleção Brasileira entre 2007 e 2019.

    O goleiro se tornou ídolo da torcida do Corinthians ao fazer 712 pelo clube, sendo 710 como titular. Cássio conquistou nove títulos com a camisa alvinegra: Mundial de Clubes da Fifa (2012); Copa Libertadores (2012); dois Campeonatos Brasileiros (2015 e 2017); Recopa Sul-Americana (2013); e quatro Campeonatos Paulistas (2013, 2017, 2018 e 2019).

    Neste ano, Cássio foi para o banco de reservas e viu Carlos Miguel assumir a titularidade. Foi a segunda vez que o ídolo foi preterido por opção técnica, sendo que a outra vez foi em 2016, quando Walter se tornou titular até Cássio retomar o posto posteriormente.

    De acordo com Cássio, a saída do Corinthians não foi motivada pela perda da titularidade e sim para buscar um novo desafio na carreira.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas