Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Ídolo do Corinthians, Sheik pede mudança de postura para 2024

    Comentarista do Domingol com Benja afirmou que o time precisa de atletas com qualidade e "fome de bola"

    Emerson Sheik comemora um dos gols na final da Libertadores de 2012
    Emerson Sheik comemora um dos gols na final da Libertadores de 2012 Rubens Chiri/Perspectiva

    Juliano Passarocolaboração para a CNN

    O ex-atacante Emerson Sheik afirmou que torce por mudanças, sobretudo de postura, dos jogadores que permanecerem no elenco do Corinthians para a temporada de 2024. Em entrevista à CNN, o comentarista do Domingol destacou também defende que quem chegar ao clube deve entender o peso da camisa alvinegra.

    “Nós torcemos por mudanças, sobretudo de postura. É um elenco que está claro que precisa de reformulação. Precisamos de novos jogadores e esses jogadores que vão chegar precisam entender o que é o Corinthians e o DNA do clube”, disse Sheik.

    “Quem ficar não deve repetir a postura de 2023, porque as chances de dar tudo errado são grandes, se a postura for a mesma”, complementou o comentarista do Domingol.

    Sheik afirmou que a temporada de 2023 do Corinthians passou muito longe do que todos os torcedores imaginavam, até por conta dos nomes que têm no elenco.

    “Temos Cássio, Fagner, Gil, Fabio Santos, Paulinho… então era um grupo que tinha atletas que criam expectativa no torcedor. Não deu certo, então tem que mudar”, disse Sheik.

    Para o ano que vem, o ídolo da Fiel diz que a diretoria deveria buscar jogadores de qualidade, mas que também tenham “fome de bola”.

    “O Corinthians tem um histórico de boa relação da torcida com jogadores que têm sangue nos olhos, então eu iria facilmente buscar esses atletas, com o perfil do clube”, afirmou Sheik.

    Sobre a possível limpa que deve ocorrer no Corinthians, em decorrência das campanhas que o clube teve nos campeonatos disputados nesta temporada, Sheik destacou que um dos medalhões que deveria ficar, mesmo que com uma função diferente, é o lateral Fábio Santos.

    “O Fábio Santos, por exemplo, é um jogador com idade avançada e que disse que quer se aposentar. Eu sei o quão importante ele é no dia a dia do clube. Então eu, por conta de achar ele um cara de grupo, ficaria com ele por mais uma temporada. Eu sentaria com ele e veria uma possibilidade de ele ficar de uma outra forma, porque é importante”, disse Sheik.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas