Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Nova tática não funciona e pode forçar trocas no Corinthians contra o Bragantino

    Timão entrou em campo com Garro e Coronado juntos, algo que pode ser repensado no próximo jogo

    Raniele, jogador do Corinthians
    Raniele, jogador do Corinthians Rodrigo Coca / Corinthians

    Luis Fabiani

    O Corinthians tentou propor jogo, mas acabou superado pelo Juventude nesta quarta-feira (17) por 2 a 0, pelo Campeonato Brasileiro. O duelo foi o primeiro no qual os meias Rodrigo Garro e Igor Coronado atuaram juntos desde o início.

    Ainda que promissora, a proposta da comissão técnica de António Oliveira expôs sérias dificuldades defensivas. Tendo somente Raniele como volante, o Corinthians ficou exposto a diversas estocadas do Juventude, que se mostrou mais competitivo que o Timão.

    A versão, inclusive, é a propagada pela própria comissão alvinegra. Após o jogo, o auxiliar Bruno Lazaroni explicou a ideia, mas ressaltou a perda física em relação ao time gaúcho. “O Juventude foi mais competitivo, batemos na tecla que precisamos competir, lutar e guerrear, é a história do Corinthians. Eles foram mais competitivos que a gente”, disse.

    A chave para vencer na próxima partida, diante do Red Bull Bragantino, segundo a comissão técnica, é justamente a questão da competição. “Não fomos eficientes, uma equipe competitiva, o Red Bull Bragantino é assim nos seus domínios. Se a gente igualar em termos de luta e empenho, com a qualidade que temos, vamos conseguir a vitória”, disse.

    Para o duelo, é possível, portanto, que o esquema tático do Corinthians seja reviso por António Oliveira. Uma possibilidade é a saída de um dos meias ou pontas para entrada de Fausto Vera, formando uma dupla de volantes no meio-campo.

    A partida será neste sábado (20), às 18h30 (de Brasília) no Estádio Nabi Abi Chedid.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original