Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Abel e gestor do Palmeiras reclamam de jogos fora do Allianz Parque

    Vice-presidente diz que clube tem lutado muito contra saídas do estádio por conta de choques de datas com outros eventos

    Abel Ferreira em coletiva do Palmeiras
    Abel Ferreira em coletiva do Palmeiras Foto: Reprodução/ Palmeiras TV

    Brenno Costada Itatiaia

    O Palmeiras, nessa quarta-feira (17), precisou enfrentar o Internacional, pela Série A do Campeonato Brasileiro, na Arena Barueri. O estádio na Região Metropolitana de São Paulo virou a alternativa diante do choque de data com um show realizado no Allianz Parque, casa do time que é administrada pela WTorre. O vice-presidente alviverde Paulo Buosi criticou a necessidade de deixar o próprio estádio e disse que a prioridade no espaço precisa ser o futebol.

    “Essa é uma situação que o Palmeiras tem lutado bastante. A gente entende a situação que existe lá com a empresa que faz a administração, mas, ali, a prioridade tem que ser o futebol. A gente tem trabalhado muito com isso, em relação a ser uma prioridade ter jogos”, disse o vice-presidente do Palmeiras.

    Após a derrota do Palmeiras para o Internacional, nessa quarta-feira (17), o técnico Abel Ferreira voltou a lamentar o fato de o time precisar jogar na Arena Barueri.

    “É um grande prejuízo para o Palmeiras não jogar no Allianz Parque, e a gente vai lutar muito sempre para que isso aconteça com muita frequência, a máxima frequência possível”, acrescentou.

    Além do jogo com o Internacional, o Palmeiras já transferiu mais duas partidas da Série A por conta de outros shows no Allianz Parque:

    • Palmeiras x Athletico – 16h do dia 12 de maio (6ª rodada);
    • Palmeiras x Vasco – 16h do dia 26 de maio (8ª rodada);

    Neste domingo (21), às 16h (de Brasília), o Palmeiras ainda receberá o Flamengo no Allianz Parque com capacidade reduzida. Por conta de apresentações da banda Soweto, o palco não terá tempo hábil para ser desmontado por completo.

    Com isso, o setor Gol Norte será interditado. A casa alviverde receberá, no máximo, 29.500 pessoas.

    Em condições normais, o Allianz Parque tem capacidade para receber 43.713 torcedores. A redução, portanto, é de 14.213 pessoas.

    Queixas de Abel Ferreira

    Após a derrota do Palmeiras para o Internacional, nessa quarta-feira (17), o técnico Abel Ferreira voltou a lamentar o fato de o time precisar jogar na Arena Barueri.

    “Não é o motivo (da derrota), mas não é igual quando temos o nosso estádio com 40 mil e quando temos um estádio com 15 mil. Não é igual, mas é isso não é o motivo. Mas, precisamos da energia do nosso torcedor várias vezes. Não foi por acaso que ganhamos o Estadual, mesmo perdendo fora. Jogar no nosso estádio é completamente diferente, a energia é diferente, o respeito do adversário é diferente”, disse.

    Relação Palmeiras x Allianz Parque

    O contrato assinado entre Palmeiras e WTorre prevê que a empresa é a responsável pela administração da arena, incluindo manutenção do gramado e demais instalações.

    A WTorre, pelo que se vê na prática, também tem a prioridade do uso do espaço, em caso de choque de datas entre os jogos do Verdão e shows.

    Por conta desses cenários conflitantes, as duas partes vivem uma relação delicada, que se afastou ainda mais nesta temporada. Além da reforma no gramado, que só foi realizada depois que o Palmeiras deixou de jogar na arena, em janeiro, o Palmeiras cobra, na Justiça, R$ 136 milhões – valor está em correção e aumentará, se Verdão tiver ganho de causa.

    O clube alviverde entende que a WTorre, através da Real Arenas, empresa criada para gerir o Allianz Parque, deve o montante por não ter feito o repasse para locação de shows, exploração de camarotes e lanchonetes, além dos direitos de naming rights.

    Até quando a WTorre administra o Allianz

    A WTorre tem contrato para administrar o Allianz Parque até 2044. No total, a empresa ficará 30 anos com a gestão do espaço, que foi inaugurado em 2014.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas