Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Cruzeiro enfrenta o La Calera em busca da primeira vitória na Sul-Americana

    Partida será disputada às 19h (de Brasília), no estádio Municipal, em Concepción, no Chile

    Fernando Seabra, técnico do Cruzeiro
    Fernando Seabra, técnico do Cruzeiro Gustavo Aleixo / Cruzeiro

    Guilherme PiuLeonardo Gimenezda Itatiaia

    O Cruzeiro enfrenta o Unión La Calera-CHI nesta terça-feira (23), às 19h (de Brasília), no estádio Municipal, em Concepción, no Chile, pela terceira rodada do Grupo B da Copa Sul-Americana. O time comandado por Fernando Seabra ainda não venceu no torneio. Por isso, vai em busca da primeira vitória, após empatar com o Universidad Católica-EQU e Alianza-COL nas duas primeiras rodadas.

    O Cruzeiro abre a rodada na terceira colocação, com dois pontos em duas partidas. O líder da chave é a Universidad Católica-EQU, com 4 pontos em duas partidas.

    Em busca de um feito

    Em sua sétima participação na Copa Sul-Americana, o Cruzeiro busca outro feito. O time celeste nunca venceu uma partida fora do Brasil pela competição.

    Nas únicas vezes em que jogou no exterior, o Cruzeiro perdeu duas e empatou uma. Os revezes aconteceram para o Vélez Sarsfield-ARG, por 2 a 0, no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, em 2005. E para o Nacional-PAR, por 2 a 1, no estádio Arcenio Erico, em Assunção, em 2017.

    Já o empate aconteceu na atual edição, com o 0 a 0 diante do Universidad Católica-EQU, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito.

    Campanhas do Cruzeiro na Sul-AmericanaEm 2003, ano de estreia na Sul-Americana, o Cruzeiro acabou eliminado em um triangular com Palmeiras e São Caetano. A equipe do interior paulista somou quatro pontos em três jogos e avançou.

    Já em 2004, o Cruzeiro se classificou diante do Goiás na fase preliminar e, nas oitavas de final, foi derrotado pelo Internacional.

    No ano seguinte, em 2005, foi a vez do time celeste passar pelo Juventude na fase preliminar e dar adeus ao título nas oitavas de final. Naquela etapa, o Vélez Sarsfield foi o algoz do Cruzeiro e figurou entre os oito melhores da Sul-Americana.

    Em 2006, o Cruzeiro foi eliminado, nos pênaltis, para o Santos, ainda na fase preliminar. O cenário se repetiu em 2007; dessa vez, contra o Goiás, mas sem a vaga ter sido definida nas penalidades.

    Em 2017, na última participação da Sul-Americana, o Cruzeiro levou a pior contra o Nacional e foi eliminado em cobranças de pênaltis, pela 1ª fase do torneio.

    Cruzeiro quer recuperar o moral

    Na tentativa de se recuperar da derrota por 3 a 0 para o arquirrival, Fernando Seabra pode mudar peças no setor defensivo. Na zaga, Zé Ivaldo pode retomar a condição de titular. Se isso acontecer, o treinador cruzeirense teria que definir Neris ou João Marcelo como parceiro do camisa 5.

    No meio-campo, o volante argentino Lucas Romero volta de suspensão. Ele ficou fora do clássico contra o Atlético pela expulsão contra o Fortaleza, no Campeonato Brasileiro. Dessa forma, Filipe Machado, titular no duelo com o arquirrival, voltaria para o banco de reservas.

    Quem vive a expectativa por recuperar uma vaga no time titular é o meia-atacante Mateus Vital. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (22), o camisa 7 falou sobre a possibilidade de começar jogando contra o La Calera-CHI.

    “O Seabra procura conversar de forma individual, também com todo o grupo. Pela demanda de jogos, um atrás do outro, ele quer passar para nós o que ele pretende, para que possamos ter o entendimento (…) Ele conversa comigo, com outros jogadores. Tenho que continuar trabalhando, continuar aproveitando as oportunidades. Quando for a vontade do Seabra me colocar titular, que eu esteja preparado”, frisou.

    Caso comece a partida, Vital ganharia a posição de Ramiro ou Lucas Silva, que foram titulares na derrota de 3 a 0 para o Atlético-MG.

    La Calera em má fase

    Próximo adversário do Cruzeiro na Copa Sul-Americana, o Unión La Calera ainda não venceu como mandante nesta temporada.

    Apesar de mandar os seus jogos no Nicolás Chahúan Nazar, em La Calera, o time chileno não poderá jogar em seu gramado sintético. A Conmebol não aprovou as condições do campo e, inicialmente, marcou o confronto para o Elías Figueroa Branderm, em Valparaíso.

    No entanto, uma nova mudança do local foi provocada pela falta de iluminação adequada do estádio. Com a alteração, o Cruzeiro viajou mais de 600 quilômetros em relação à logística prevista de imediato.

    Unión La Calera como mandante em 2024

    Entre idas e vindas, o Unión La Calera segue sem vencer na condição de mandante. Em 2024, em seis jogos, os chilenos sofreram expressivas cinco derrotas e conquistaram apenas um empate. Um dos resultados negativos foi registrado justamente na última sexta (19), contra o Everton, pela 9ª rodada da Liga Chilena.

    • 3/3: Unión La Calera 1×3 Deportes Iquique – 3ª rodada do Campeonato Chileno
    • 11/3: Unión La Calera 0x2 Cobreloa – 4ª rodada do Campeonato Chileno
    • 22/3: Unión La Calera 0x0 Universidad Católica – 1ª rodada do Campeonato Chileno
    • 7/4: Unión La Calera 2×3 O’Higgins – 7ª rodada do Campeonato Chileno
    • 10/4: Unión La Calera 0x1 Universidad Católica-EQU – 1ª rodada da Copa Sul-Americana
    • 19/4: Unión La Calera 0x1 Everton – 9ª rodada do Campeonato Chileno

    Unión La Calera na temporada

    Assim como o péssimo retrospecto em casa, o Unión La Calera não tem bons números na temporada. Vice-lanterna do Campeonato Chileno, na 15ª posição, com seis pontos, “Los Cementeros” somaram três vitórias, três empates e seis derrotas. O aproveitamento é de 33,33% em 2024.

    • 3 vitórias
    • 3 empates
    • 6 derrotas
    • Aproveitamento: 33,33%

    Cruzeiro tem bom retrospecto contra chilenos

    Apesar do começo irregular no torneio continental, o Cruzeiro pode se “apegar” ao bom retrospecto contra equipes chilenas. Ao todo, diante de seis adversários, foram 32 partidas, com 17 vitórias, dez empates e cinco derrotas, um aproveitamento de 63,54%.

    O clube que mais enfrentou o Cruzeiro foi o Colo-Colo. Na história, os times já mediram forças em 19 jogos, com oito vitórias brasileiras, três chilenas e houve, ainda, oito empates.

    • Colo-Colo (19 jogos): 8 vitórias, 8 empates e 3 derrotas
    • Universidad de Chile (6 jogos): 5 vitórias e 1 empate
    • Universidad Católica (3 jogos): 2 vitórias e 1 derrota
    • Universidad de Concepción (2 jogos): 2 vitórias
    • Unión Española (2 jogos): 1 empate e 1 derrota
    • Aproveitamento geral: 63,54%

    Cruzeiro nunca enfrentou o La Calera

    O confronto pela Sul-Americana será o primeiro da história entre Cruzeiro e Unión La Calera. Bicampeão da Segunda Divisão e da Terceira Divisão do Chile, o Unión La Calera tem pouquíssima rodagem no futebol continental.

    Após duas partidas na fase de grupos, o Cruzeiro somou apenas dois pontos e está em terceiro no Grupo B. O líder da chave é a Universidad Católica, do Equador, com quatro pontos.

    Adversário do time celeste nesta terça (23), o Unión La Calera é o segundo do grupo, com três pontos. Dependendo de uma combinação de resultados, os comandados de Fernando Seabra podem assumir a liderança.

    Vale lembrar que, na Sul-Americana, somente os líderes de cada grupo avançam diretamente às oitavas de final. Os segundos colocados enfrentam os terceiros colocados dos grupos da Copa Libertadores para definir os outros oito classificados.

    La Calera tem atacante de renome

    Para enfrentar o Cruzeiro, o La Calera conta com a experiência do centroavante Emmanuel Gigliotti, de 36 anos, e ídolo do Independiente, da Argentina.

    Unión La Calera x Cruzeiro

    Unión La Calera: Matías Ibáñez; Darko Fiamengo, Ezequiel Parnisiari, Enzo Ferrario e Diego Ulloa; Luciano Aued, César Pérez, Matías Cavalleri e Axel Encinas; Emanuel Gigliotti e Franco Soldano. Técnico: Manuel Fernández.

    Cruzeiro: Anderson; William, Zé Ivaldo (Neris), João Marcelo, Marlon; Lucas Romero, Lucas Silva, Ramiro (Mateus Vital) e Matheus Pereira; Arthur Gomes e Rafa Silva. Técnico: Fernando Seabra

    • Motivo: 3ª rodada do Grupo B da Copa Sul-Americana
    • Data e horário: 22 de abril de 2024 (terça-feira), às 19h (de Brasília)
    • Local: Estádio Municipal, em Concepción, no Chile (CHI)
    • Árbitro: Mario Díaz de Vivar (PAR)
    • Assistentes: Milciades Saldivar (PAR) e Jose Villagra (PAR)
    • VAR: Ulises Meireles (PAR)
    • Transmissão: Paramount+

    Participe da enquete A Maior Torcida do Brasil

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original