Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    O que esperar do atletismo brasileiro nos Jogos Olímpicos de Paris 2024

    Alison dos Santos, campeão mundial nos 400m com barreiras, é a principal estrela brasileira

    Alisson dos Santos nas eliminatórias dos 400m com barreiras
    Alisson dos Santos nas eliminatórias dos 400m com barreiras

    Hugo Lobãoda Itatiaia

    Apesar de não ser uma potência internacional na modalidade atualmente, o Brasil conquistou ao menos uma medalha no atletismo nas duas últimas edições de Jogos Olímpicos. Bronze em Tóquio nos 400m com barreiras, Alison dos Santos é uma das esperanças.

    Depois de se recuperar de uma lesão sofrida após ser campeão mundial em 2022, o brasileiro está entre os favoritos ao pódio na França, um pouco atrás do norueguês Karsten Warholm, recordista mundial da prova.

    O americano Rai Benjamin é outro nome forte, assim como Kyron McMaster, das Ilhas Virgens Britânicas.

    Alison dos Santos ainda pode ser peça importante no revezamento 4×400 rasos do Brasil. Com boas marcas, Matheus Lima e Lucas Carvalho também devem fazer parte da equipe que pode garantir uma vaga para a final e tentar surpreender.

    Força na marcha atlética

    Outra prova em que o Brasil tem significativa chance de medalha nos Jogos Olímpicos de Paris é a marcha atlética. No masculino, Caio Bonfim está consolidado entre os melhores do mundo e chega entre os favoritos.

    O revezamento, que terá Caio Bonfim e Viviane Lyra ou Érica Sena, também é outra prova com boas chances de medalha. No Mundial disputado no último final de semana, a dupla brasileira liderava até a reta final, quando Viviane Lyra foi punida com dois minutos.

    As duas atletas citadas também podem surpreender no individual.

    Tarefa difícil

    Consolidado entre os melhores do mundo no arremesso de peso, Darlan Romani sofre com a forte concorrência da geração de atletas na prova. O brasileiro, quarto colocado em Tóquio, terá que melhorar as marcas para tentar subir ao pódio.

    Tentam surpreender

    Medalhista de bronze no Mundial de 2022, Letícia Oro vai a Paris tentando surpreender as favoritas. O revezamento 4×100 também briga por vaga na final.

    Últimas medalhas no atletismo

    Depois do ouro conquistado por Maureen Maggi nos Jogos Olímpicos de Pequim, o Brasil passou em branco no atletismo em Londres. No Rio, Thiago Braz conquistou um ouro surpreendente. O atleta do salto com vara ainda conquistou o bronze em Tóquio, mas está suspenso por doping. Alison dos Santos ficou com o bronze também no Japão.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original