Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Entenda como fica a situação de Neymar na Seleção com ida à Liga Saudita

    Diniz fará contato com jogador para saber cronograma de jogos no Al-Hilal; lista de convocados de sexta deve ter o camisa 10

    Al-Hilal confirmou a contratação de Neymar
    Al-Hilal confirmou a contratação de Neymar Al-Hilal/Twitter

    Marcel Rizzoda Itatiaia

    A ida de Neymar para o futebol da Arábia Saudita não mudou os planos do técnico da Seleção Brasileira, Fernando Diniz, de contar com o atacante como peça-chave nesse início de trabalho.

    Diniz deve conversar com Neymar nas próximas horas para saber como está fisicamente, e previsão de calendário de jogos pelo Al-Hilal, seu novo clube, até 4 de setembro. Nesta data a delegação da Seleção deve se apesentar em Belém para iniciar a preparação para a estreia nas Eliminatórias para a Copa de 2026 contra a Bolívia, na capital paraense, em 8 de setembro, às 21h45 (de Brasília).

    O treinador mantém a ideia de incluir Neymar já nesta primeira lista de convocados, que será divulgada na sexta-feira (18), às 13h30 (de Brasília), na sede da CBF, no Rio. Mesmo o jogador tendo atuado apenas uma vez desde fevereiro, quando machucou o tornozelo direito.

    Ele entrou em campo em 3 de agosto, em um amistoso de pré-temporada do PSG, seu ex-clube, na vitória de 3 a 0 sobre o sul-coreano Jeonbuk Hyundai. Há expectativa de que Neymar, que está regularizado na Federação Saudita e com exames médicos aprovados, estreie pelo Hilal já neste sábado (19), contra o Al Feiha, pela liga local. Se este for o panorama, é certo que estará na lista de Diniz de sexta.

    Neymar não atua pelo Brasil desde a eliminação para a Croácia nas quartas de final da Copa do Catar, em dezembro de 2022. Ele estava machucado quando o interino Ramon Menezes fez as listas para os amistosos contra Marrocos, em março, e Guiné e Senegal, em junho.

    Neymar e mais dez

    Itatiaia apurou que o camisa 10 já está avisado de que será peça-chave de Diniz na Seleção. Houve muito zum-zum-zum de que Neymar poderia se aposentar da Seleção, apesar de ter apenas 31 anos, mas o jogador vai atender às convocações.

    A convocação de sexta-feira será para as duas primeiras rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026. O Brasil estreia contra a Bolívia e depois a delegação viaja a Lima, onde enfrenta o Peru no dia 12 de setembro, às 23h (de Brasília). O Mundial de 2026 será disputado na América do Norte, com EUA, Canadá e México como anfitriões.

    Fernando Diniz assinou contrato com a CBF até junho de 2024, quando o presidente da confederação brasileira, Ednaldo Rodrigues, espera que o italiano Carlo Ancelotti, atualmente no Real Madrid, assuma a Seleção.

    A Diniz foi oferecido integrar a comissão técnica com Ancelotti, ou comandar a Seleção Brasileira Olímpica nos Jogos de Paris 2024, caso se classifique, claro. Ele pretende analisar com calma seu futuro na CBF.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas