Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Ex-Seleção é perguntado sobre Vini Jr e fala em racismo reverso; veja

    Silas foi entrevistado por uma rádio argentina e repercutiu o tema envolvendo o atacante brasileiro

    Silas, ídolo do São Paulo, teve passagem pela Seleção Brasileira
    Silas, ídolo do São Paulo, teve passagem pela Seleção Brasileira Instagram/Silas

    Da CNN

    As manifestações racistas contra Vinicius Júnior e as ações do atacante para combatê-las seguem ganhando repercussão no mundo do futebol. Nesta sexta-feira (29), logo após entrevista com José Luis Chilavert, que criticou o brasileiro, a rádio argentina Splendid AM 990 conversou com o ídolo são-paulino Silas e repercutiu as falas do ex-goleiro paraguaio.

    Silas, com passagem pela Seleção Brasileira e ídolo também do San Lorenzo, evitou responder sobre as falas de Chilavert, mas deu sua opinião a respeito dos seguidos casos envolvendo o jogador do Real Madrid no futebol espanhol.

    “Do ‘Chila’ prefiro não falar, porque para mim não merece consideração. Vinicius é um tema à parte. Trata-se de um problema de educação, não há racismo só de brancos com negros, também existe o de negros com brancos”, disse Silas à Splendid.

    “Eu creio que tudo depende da pessoa e do que ela aprende, porque ela não nasce racista”, completou.

    Chilavert ataca Vinicius Júnior

    Dias após chamar o atacante brasileiro Vinicius Júnior de “viadinho” e de criticar o choro do atacante prévio ao amistoso contra a Espanha, em Madri, o ex-goleiro paraguaio José Luis Chilavert voltou a atacar o jogador do Real Madrid.

    Em entrevista à rádio argentina Splendid AM 990 nesta sexta, Chilavert reforçou suas palavras sobre o comportamento de Vini Jr e acusou os brasileiros de xenofobia.

    “Por que o que eu disse ao Vinicius Júnior foi considerado forte? O futebol é para homens. Quando, no Paraguai, dizemos a alguém que não seja viadinho, não é nada depreciativo. As câmeras da Netflix estavam ali e ele começou a chorar. Inclusive, é o primeiro a agredir os rivais”, disse o ex-goleiro, ídolo do Vélez Sarsfield, da Argentina.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas