Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Bruno Guimarães pede equilíbrio na Seleção: “Tomamos gols que poderíamos evitar”

    Volante será titular em amistoso nesta quarta-feira (12), contra os Estados Unidos, em Orlando; em três jogos, time de Dorival fez sete gols, mas tomou cinco

    Bruno Guimarães (centro) em ação em treino da Seleção Brasileira
    Bruno Guimarães (centro) em ação em treino da Seleção Brasileira Rafael Ribeiro / CBF

    Marcel RizzoThiago Reisda Itatiaia

    Um dos pilares da Seleção Brasileira nesse início de trabalho de Dorival Júnior, o volante Bruno Guimarães vê a necessidade de um time mais equilibrado. Ele será titular nesta quarta-feira (12), em amistoso contra os Estados Unidos, em Orlando (EUA), último preparatório para a Copa América. O jogo será às 20h (de Brasília).

    Em três partidas até agora, o Brasil de Dorival está invicto, com duas vitórias e um empate. Foram sete gols marcados, mas cinco sofridos no 1 a 0 contra a Inglaterra, no 3 a 3 frente à Espanha e nos 3 a 2 diante do México.

    “Temos que buscar o equilíbrio. Pelos jogadores que temos, é normal que busquemos o gol a cada momento. Mas esses gols tomados são gols que poderiam ter sido evitados, ao meu ver. Mas é só início de trabalho, estamos agora tendo tempo de treinar com o professor Dorival, entender o que ele pede”, disse Bruno Guimarães, volante de 27 anos do Newcastle-ING.

    Com ele e João Gomes, do Wolverhampton-ING, no meio de campo, o Brasil não tem um 5 característico, marcador, como antigamente. Lucas Paquetá, do West Ham-ING, fecha o trio do meio de campo, hoje a base titular de Dorival Júnior. Todos jogadores da Premier League, o badalado Campeonato Inglês.

    “Hoje não tem muito aquele 5 né, você gira mais no meio de campo, não tem posição fixa. Acho que o elenco aqui tem jogadores de qualidade que podem atuar de diversas maneiras nessa posição”, disse Bruno Guimarães.

    O Brasil enfrentará os Estados Unidos, um se deus maiores fregueses na história: em 19 partidas, o Brasil venceu 18, sendo as últimas 12. Os estadunidenses só ganharam uma, há 26 anos. No sábado passado (8), enquanto o Brasil vencia o México por 3 a 2, os Estados Unidos levavam 5 a 1 da Colômbia em amistoso.

    “Eles precisam se recuperar, e nada melhor do que ganhar do Brasil na véspera de uma Copa América. Eles têm um bom time, alguns jogadores estão na Premier League, não vai ser um jogo fácil”, disse o volante.

    O Brasil estreia na Copa América em 24 de junho, contra a Costa Rica, no SoFI Stadium, na região de Los Angeles. O time está no Grupo D e enfrentará ainda o Paraguai e a Colômbia.

    • 24/06 Brasil x Costa Rica, no SoFI Stadium, em Inglewood (região de Los Angeles) – 22h (de Brasília)
    • 28/06 Brasil x Paraguai, no Allegiant Stadium, em Las Vegas – 22h (de Brasília)
    • 02/07 Brasil x Colômbia, no Levi’s Stadium, em Santa Clara (região de San Francisco) – 22h (de Brasília)

    Veja os grupos da Copa América

    Grupo A

    Argentina
    Peru
    Chile
    Canadá

    Grupo B

    México
    Equador
    Venezuela
    Jamaica

    Grupo C

    Estados Unidos
    Uruguai
    Panamá
    Bolívia

    Grupo D

    Brasil
    Colômbia
    Paraguai
    Costa Rica

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original