Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Bruno Henrique, do Flamengo, critica jogos na altitude: “É desumano”

    Rubro-Negro atuou duas vezes acima do nível do mar, em três jogos no torneio, e ainda não venceu fora de casa na Copa Libertadores

    Bruno Henrique reclamou da altitude de La Paz, na derrota do Flamengo
    Bruno Henrique reclamou da altitude de La Paz, na derrota do Flamengo Marcelo Cortes/Flamengo

    Guilherme Abrahãoda Itatiaia

    Flamengo voltou a jogar na altitude e foi derrotado pela Copa Libertadores. Depois do empate em Bogotá contra o Millonarios-COL, o Fla sucumbiu e perdeu para o Bolívar-BOL, nesta quarta-feira (24), em La Paz.

    O atacante Bruno Henrique criticou os jogos com altitude. Mesmo com um Flamengo totalmente modificado, o camisa 27 afirmou que os 3.640 metros acima do nível do mar da capital da Bolívia foi extremamente prejudicial ao Rubro-Negro.

    “A equipe jogou modificada. A Libertadores é difícil, na altitude mais ainda. Não estamos acostumados com a altitude, acaba sentindo mais. O fôlego, quando precisa, não vem. É desumano, mas é Libertadores, faz parte”, lamentou o atacante.

    O Flamengo fez uma logística especial para a partida para evitar o agravamento dos efeitos negativos. A delegação desembarcou em La Paz faltando poucas horas para o início da partida. Foram utilizados cilindros de oxigênio para auxiliar.

    O Flamengo volta a campo na Libertadores no dia 7 de maio, no Chile, diante do Palestino, pela quarta rodada do Grupo E. O Fla está com quatro pontos contra nove do líder Bolívar.

    Pelo Brasileirão, o Rubro-Negro recebe o Botafogo, no Maracanã, no domingo (28), às 11h (de Brasília), pela quarta rodada da Série A nacional. O Flamengo soma sete pontos em três jogos.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas