Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Renato usa tom ríspido ao explicar segunda derrota do Grêmio na Libertadores

    Tricolor Gaúcho é o último colocado do Grupo C ainda sem pontuar na competição

    RS - FUTEBOL/CONMEBOL LIBERTADORES 2024 /GREMIO X HUACHIPATO - ESPORTES - Lance da partida entre Gremio e Huachipato disputada na noite desta terca-feira, na Arena do Gremio, valida pela Libertadores 2024.
    RS - FUTEBOL/CONMEBOL LIBERTADORES 2024 /GREMIO X HUACHIPATO - ESPORTES - Lance da partida entre Gremio e Huachipato disputada na noite desta terca-feira, na Arena do Gremio, valida pela Libertadores 2024. FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

    Mauri Dornelesda Itatiaia

    Após conquistar o heptacampeonato gaúcho, o Grêmio não teve o mesmo sucesso em sua estreia na Copa Libertadores como mandante em 2024.

    Nesta terça-feira (9), o Tricolor Gaúcho perdeu para o Huachipato por 2 a 0, na Arena do Grêmio, pela segunda rodada do grupo C da competição. 

    Depois do jogo, o técnico Renato Portaluppi explicou os possíveis motivos da derrota.

    O time gaúcho entrou em campo com cinco mudanças, quatro delas para preservar titulares que atuaram na conquista do Campeonato Gaúcho, no último sábado (6). E ao explicar as alterações, Renato adotou tom ríspido.

    “Se você pensar um pouquinho, você vai me dar razão, se você ficar com seu pensamento vai ficar difícil, vou te explicar. Você é o treinador, você jogou três dias atrás, corrido, pegado, estressados, você quer que eu ponha os 11 jogadores em campo para perder os jogadores por lesão? Por que eu tenho um grupo? O jogador tem que dar resposta. Nosso adversário jogou há uma semana, nós jogamos sábado, nós sofremos na parte física também”, disparou o treinador.

    As mudanças no time começaram no gol com Marchesín na vaga de Caíque, já Kannemann, Pepê, Pavón e Gustavo Nunes foram preservados, dando espaço a Rodrigo Ely, Du Queiroz, Galdino e Soteldo, respectivamente.

    O treinador também foi perguntado sobre ter preterido a final do Gauchão à estreia da Libertadores em casa. Na mesma tônica, o treinador afirmou que não se arrependeu das escolhas, e que faria todas novamente para ter conquistado o estadual no final de semana.

    “Eu faria tudo de novo, quando nós levamos o time reserva na logística para a Bolívia (derrota para o The Strongest) e ganhamos o estadual, foi tudo perfeito. Mesmo com o placar negativo hoje, se tivesse que voltar atrás, eu faria tudo de novo. Eu entendo de futebol, de vestiário. Eu prefiro colocar um jogador tecnicamente inferior mas descansado, do que um jogador superior mais cansado”, afirmou Renato.

    Com o resultado, o Tricolor Gaúcho amarga a última colocação na tabela do grupo C com nenhum ponto.

    Já o Huachipato é o líder da chave com quatro pontos, logo atrás vêm Estudiantes também com quatro, e o The Strongest com três.

    Próximos compromissos

    Depois da derrota desta terça (9), o Grêmio volta suas atenções para o início do Campeonato Brasileiro. No próximo domingo (14), o Tricolor Gaúcho enfrenta o Vasco, em São Januário, no Rio de Janeiro, às 16h30 (de Brasília), pela primeira rodada da competição.

    O próximo compromisso na disputa da América é no dia 23 de abril, contra o Estudiantes de La Plata, na Argentina.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original