Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Goleiro da Argentina credita milagre em final da Copa às aulas de Pilates; entenda

    Dibu Martínez defendeu chute de Kolo Muani à queima-roupa nos últimos minutos do jogo entre Argentina e França no Catar

    Dibu Martínez salva a Argentina no fim da prorrogação na decisão da Copa do Mundo 2022 contra a França
    Dibu Martínez salva a Argentina no fim da prorrogação na decisão da Copa do Mundo 2022 contra a França Reprodução / Instagram @emi_martinez26 @

    João Ricardo Moreirada CNN

    O goleiro Dibu Martínez, um dos heróis do título da Argentina na final da Copa do Mundo Catar contra a França, deu uma explicação inusitada e um tanto quanto bem-humorada sobre um lance que entrou para a história dos mundiais.

    Nos últimos minutos da prorrogação, quando a partida estava 3 a 3, o francês Kolo Muani teve nos pés a chance de dar o tricampeonato mundial para os franceses. O atacante saiu cara a cara com o arqueiro argentino e chutou à queima-roupa. Martínez esbanjou elasticidade e conseguiu evitar o gol com a perna esquerda.

    O “milagre” de Dibu Martínez levou a decisão para os pênaltis, que culminou na vitória argentina e no tricampeonato da Albiceleste. Porém, o que quase ninguém sabia – pelo menos até hoje – é que a defesa tem menos a ver com milagre e mais com aulas de Pilates. Pelo menos é isso que afirma o ídolo argentino.

    “Me mandam todos os dias há um ano e meio o vídeo da defesa no chute do Kolo Muani. Fui lá e me estiquei. Aí depois disso você pode pegar ou não. Defendi algumas vezes do mesmo jeito na Premier League, mas como esse dia… Continuo fazendo pilates, você vê? E quando eu estico a perna falo ‘Ah, essa me deu a Copa do Mundo’. E caiu na risada com os professores. E eles me dizem ‘Não é sorte, é treino’. Por isso recomendo a todos que se alonguem. Rendeu uma Copa do Mundo para mim.”, explicou o goleiro em entrevista ao canal DSports da Argentina.

    Depois de salvar a Argentina na prorrogação, Dibu Martínez ainda se consagrou na decisão por pênaltis ao defender a cobrança de Coman e ao ver Tchouaméni chutar para fora.

    As atuações do camisa 23 da Argentina no Mundial e o desempenho no Aston Villa (ING) renderam a Martínez o prêmio de melhor goleiro do mundo em 2023.