Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Palmeiras goleia Água Santa e é campeão paulista pela 25ª vez

    Verdão abriu 3 a 0 ainda no primeiro tempo e não deu chance para a zebra no Allianz Parque, que teve recorde de público

    Endrick comemora o terceiro gol do Palmeiras sobre o Água Santa no Allianz Parque
    Endrick comemora o terceiro gol do Palmeiras sobre o Água Santa no Allianz Parque ANDERSON LIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Luccas Oliveirada CNN

    O Palmeiras é campeão paulista pela 25ª vez, a segunda consecutiva. O time de Abel Ferreira goleou o Água Santa por 4 a 0 no Allianz Parque e não deu chance para a zebra.

    Gabriel Menino (duas vezes), Endrick e o argentino José López marcaram os gols do Palmeiras, que tinha perdido por 2 a 1 para o Água Santa no primeiro jogo. Com isso, o placar agregado ficou 5 x 2 para o Verdão.

    Como foi o jogo

    Apoiado pela torcida que lotou o Allianz Parque com 41.444 torcedores — o recorde do estádio —, o Palmeiras foi o primeiro a levar perigo, aos 7 minutos. Murilo finalizou após rebote de Ygor Vinhas, mas o goleiro voltou a fazer boa defesa.

    O Água Santa chegou a assustar dois minutos depois, quando Gabriel Inocêncio soltou chute quente e Weverton precisou fazer boa defesa. Mas o atropelamento do Palmeiras era questão de tempo.

    Gabriel Menino bateu falta na barreira aos 15 minutos, mas contou com sorte e competência para abrir o placar. A bola voltou para ele, que, com a barreira aberta, chutou no cantinho do goleiro Ygor Vinhas.

    Aos 27, Gabriel Menino marcou mais uma vez. O volante aproveitou uma jogada espetacular de Dudu pela ponta direita, com direito a drible entre as pernas do marcador e cruzamento na medida, e marcou de peixinho.

    Aos 33, o Água Santa chegou a dar um susto em Weverton, quando Reginaldo finalizou após cobrança de falta, mas a bola saiu pela linha de fundo.

    A resposta do Palmeiras veio em contra-ataque rápido. Gabriel Menino achou bela passe para Rony, que bateu cruzado para defesa parcial de Ygor Vinhas. No rebote, o jovem Endrick, de 16 anos, estava atento para finalizar e marcar 3 a 0 para o Verdão.

    A vantagem folgada dos donos da casa não chegou a significar calmaria. Após confusão iniciada por Dudu, o árbitro Raphael Claus expulsou Villian, reserva do Água Santa, aos 39. O VAR chamou Claus para ver uma possível agressão de Dudu, mas o juiz preferiu não expulsá-lo, e ficou apenas com o amarelo.

    Segundo tempo

    Precisando de dois gols para levar a decisão para os pênaltis, o Água Santa tentou uma pressão no começo da etapa final e apostou na velocidade de Júnior Todinho, que entrou no intervalo. Aos 13, Bruno Xavier bateu cruzado e Todinho, livre, quase alcançou a bola.

    O passar do tempo fez com que os jogadores do time de Diadema apelassem para as faltas, truncando o jogo.

    A festa da torcida palmeirense voltou a gritar “gol!” aos 27, quando José “Flaco” López, que tinha substituído Dudu pouco antes, recebeu passe de Rony e finalizou de esquerda, contando com desvio de Didi para tirar as chances de Ygor.

    Com a goleada desenhada, a torcida começou a gritar “Olé!” e, assim, o jogo chegou ao final com mais um título de Abel Ferreira, o oitavo desde que o técnico português assumiu o comando do Palmeiras.

    Palmeiras 4 x 0 Água Santa

    Palmeiras
    Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Vanderlan; Gabriel Menino (Jhon Jhon), Zé Rafael, Raphael Veiga (Fabinho), Dudu (José López), Endrick (Gustavo Garcia) e Rony (Breno Lopes). Técnico: Abel Ferreira

    Água Santa
    Ygor Vinhas; Reginaldo, Marcondes, Didi e Gabriel Inocêncio; Thiaguinho (Bruno Xavier), Kady (Patrick Allan), Igor Henrique (Cristiano) e Luan Dias; Lucas Tocantins (Júnior Todinho) e Bruno Mezenga. Técnico: Thiago Carpini

    Gols: Gabriel Menino (2x), Endrick e José López.

    Cartões amarelos: Murilo, Gabriel Menino e Dudu (Palmeiras); Marcondes, Kady, Luan Dias, Júnior Todinho e Bruno Mezenga (Água Santa).

    Local: Allianz Parque, em São Paulo.

    Data: 9 de abril de 2023 (domingo)

    Horário: 16h (de Brasília)

    Árbitro: Raphael Claus

    Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Mauro André de Freitas.

    VAR: Marcio Henrique de Gois