Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Saiba os bastidores da saída de Ramón Díaz do Vasco

    Treinador não resistiu à goleada por 4 a 0 em casa diante do Criciúma

    Passagem de Ramón Díaz pelo Vasco chegou ao fim após a goleada sofrida diante do Criciúma
    Passagem de Ramón Díaz pelo Vasco chegou ao fim após a goleada sofrida diante do Criciúma Leandro Amorim/Vasco

    Guilherme Abrahãoda Itatiaia

    O discurso de Emiliano e Ramón Díaz não coincide com o que ocorre nos bastidores do Vasco. A dupla afirma que foi pega de surpresa com a demissão, através de uma nota oficial do clube nas redes sociais. Mas não é isso que a cúpula cruzmaltina garante.

    A Itatiaia apurou que o treinador entrou no vestiário – logo após a goleada sofrida neste sábado (27) para o Criciúma, por 4 a 0, pela Série A do Campeonato Brasileiro – comunicando que não iria seguir no cargo.

    Ao final da partida, a dupla comunicou o gerente de futebol Clauber Rocha. Segundo pessoas que acompanharam o bate-papo, após tentativas de ponderação, Ramón e Emiliano pediram para avisar imediatamente Lúcio Barbosa, CEO do clube.

    Lúcio não estava em São Januário, pois resolvia problemas particulares e não acompanhou a partida do estádio. A direção e a gerência entraram em contato novamente para esfriar a cabeça, mas os argentinos se mostraram irredutíveis.

    A dupla se despediu dos jogadores e a nota oficial do Vasco sobre a saída foi confirmada por meio das redes sociais do clube. Isto incomodou a comissão técnica.

    No Vasco, acredita-se que essa mudança de postura e o pedido para fazer um pronunciamento são estratégias jurídicas dos argentinos para receber a multa rescisória. A alegação é que eles foram demitidos e não pediram demissão.

    “Queria agradecer a todo mundo do Vasco. Fizemos história no primeiro torneio que a gente disputou aqui. Momento duro, a gente não esperava terminar dessa forma. Sempre vão ter um vascaíno aqui, é um clube enorme. Não gostei da forma que acabou. Acho que merecíamos outro tipo de respeito. Não ser demitido pelo Twitter (X) porque fizemos muito pelo Vasco. Futebol é assim”, disparou Emiliano.

    Sem técnico, o Cruzmaltino será comandado na quarta-feira (1), na Arena Castelão, contra o Fortaleza, pela Copa do Brasil, pelo interino Rafael Paiva, atual treinador da equipe sub-20.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original