Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Investidor do Atlético-MG, Menin cita “reforços mapeados” e faz balanço de 2023

    Temporada 2023 foi encerrada nessa quarta-feira (6), com o fim do Campeonato Brasileiro

    Rubens Menin é o principal investidor da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Atlético-MG
    Rubens Menin é o principal investidor da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Atlético-MG Pedro Souza/Atlético-MG

    Matheus Muratorida Itatiaia

    Investidor do Atlético-MG, empresário e controlador da CNN Brasil, Rubens Menin foi nesta quinta-feira (7) às redes sociais e fez um balanço sobre o desempenho da equipe e ações do clube na temporada 2023. O empresário também citou que há “reforços mapeados” para 2024.

    Menin listou uma série de acontecimentos em 2023, tanto dentro quanto fora de campo. Entre eles, estão, por exemplo, a inauguração da Arena MRV, estádio do Atlético em Belo Horizonte, o reconhecimento da conquista do Torneio dos Campeões de 1937 como título brasileiro e a transformação em Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

    “Quem vê o copo meio cheio destaca alguns fatos sobre a campanha do Galo em 23: estamos entre os Top 3 do campeonato; temos o artilheiro, o terceiro artilheiro e a melhor dupla de ataque; defesa menos vazada; melhor campanha do segundo turno; tetra do Mineiro”, iniciou Menin.

    “Reconhecimento do título de 37; time bem engrenado para o próximo ano, principalmente se vierem os reforços mapeados; fizemos a SAF e hoje a associação tem zero dívida; inauguração da Arena MRV; base forte e 7 atletas dela farão parte do nosso elenco principal”, completou.

    Em 2023, o Atlético-MG venceu o Campeonato Mineiro; foi eliminado nas oitavas de final da Copa do Brasil; caiu nas oitavas de final da Copa Libertadores; e terminou o Campeonato Brasileiro na terceira posição, com 66 pontos, a quatro do líder e campeão Palmeiras.

    Por fim, Menin citou outras questões e afirmou que a derrota de goleada por 4 a 1 para o Bahia, nessa quarta, pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro, na Fonte Nova, em Salvador, é o “único destaque para quem vê o copo meio vazio”.

    “Seis atletas da base convocados para as equipes de base da Seleção Brasileira; impulsionamos três vezes mais as ações do Instituto Galo na comparação com o ano passado; dois jogadores com 61 gols no ano só aconteceu 1 vez na história do Atlético: em 1986 com Nunes e Everton. Para quem vê o copo meio vazio, o único destaque do ano foi a derrota decepcionante de ontem”, finalizou.

    2024

    Em 2024, o Atlético-MG disputará, a princípio, as mesmas quatro competições de 2023. O treinador Luiz Felipe Scolari, que tem contrato até o fim do ano que vem, deverá seguir no comando. Ele chegou ao clube em junho deste ano, após saída do técnico argentino Eduardo Coudet.

    Atlético SAF

    • 75% das ações – Galo Holding
    • 25% das ações – Atlético (associação)

    A Galo Holding terá 75% das ações vinculadas aos atuais investidores do clube, conhecidos como 4 Rs (Rubens Menin, Rafael Menin e Ricardo Guimarães. O restante das ações ficará com dois fundos – 10,91%, cada um, também com participação do “quarto R”, Renato Salvador).

    Galo Holding

    • 67,9%: Rubens Menin e Rafael Menin
    • 10,27%: Ricardo Guimarães
    • 10,91%: FIP Galo Forte (Fundo de Investimentos)
    • 10,91%: FIP FIGA (Fundo de Investimentos)

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original