Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Jornal espanhol chama atacante brasileiro de “descendente de escravos”

    Igor Paixão é um dos destaques do Feyenoord, adversário do Atlético de Madrid na Champions League

    Igor Paixão comemora título holandês
    Igor Paixão comemora título holandês Getty Images

    Hugo Lobãoda Itatiaia

    Uma publicação do jornal AS, da Espanha, causou revolta e foi considerada como racista por várias pessoas na internet. Na matéria em questão, o diário trata o atacante Igor Paixão, como “descendente de escravos”. Depois das críticas, a reportagem foi editada e o post excluído do “X”, o antigo twitter.

    O jogador revelado pelo Coritiba é uma dos grandes destaques do Feyenoord, time holandês que ocupa a terceira colocação no Grupo E da Champions League e enfrenta o Atlético de Madrid nesta terça-feira (28), às 17h (de Brasília).

    Nos comentários da publicação que coloca Igor Paixão como o “descendente de escravos que ameaça o Atlético de Madrid”, muitos brasileiros questionaram a escolha do título e lembraram dos casos de racismo sofrido por Vinícius Júnior na Espanha. O atacante do Real Madrid já foi alvo de insultos de jornalistas, dirigentes e torcedores.

    Publicação do jornal "As" chamando Igor Paixão de "descendente de escravos"
    Publicação do jornal “As” chamando Igor Paixão de “descendente de escravos” / Reprodução

    Origem Quilombola

    Com sucesso no início da passagem pela Europa, Igor Paixão tem origem quilombola. Os avós do jogador, nascidos no Macapá, faziam parte de uma comunidade formada por fugitivos do período de escravidão no Brasil, que perdurou oficialmente até 1888.

    Aos 14 anos, o jovem se transferiu para o Coritiba, clube pelo qual se destacou antes de ser vendido para o Feyenoord. Pelo clube holandês, ele foi uma das estrelas na conquista do Campeonato Holandês de 2022/2023 e já foi convocado para a Seleção Brasileira Olímpica.


    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original