Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Presidente do São Paulo depõe na CPI de Manipulação de Jogos

    Além de Julio Casares, presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), José Perdiz de Jesus, e o procurador-geral do SJTD, Ronaldo Botelho Piacente também falam

    Presidente do São Paulo falou na condição de testemunha a convite do presidente da CPI, senador Jorge Kajuru (PSB-GO)
    Presidente do São Paulo falou na condição de testemunha a convite do presidente da CPI, senador Jorge Kajuru (PSB-GO) Pedro França/Agência Senado

    Brenno Costada Itatiaia São Paulo

    O presidente do São Paulo, Julio Casares, depõe, nesta quarta-feira (22), como convidado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas.

    A sessão, que marca a retomada dos trabalhos do grupo, está prevista para começar às 11h (de Brasília), no Anexo II do Senado Federal, na capital federal.

    Além de Casares, o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), José Perdiz de Jesus, e o procurador-geral do SJTD, Ronaldo Botelho Piacente, são aguardados na sessão.

    São Paulo x John Textor

    O presidente do São Paulo falará na condição de testemunha a convite do presidente da CPI, senador Jorge Kajuru (PSB-GO).

    Na justificativa para o requerimento, o político argumentou que denúncias feitas pelo dono da SAF do Botafogo, John Textor, teriam gravações que indicariam a participação de jogadores do Tricolor na venda de resultados.

    Julio Casares, no início do mês passado, já repudiou as declarações de Textor.

    “Isso não pode ficar assim. O São Paulo está tomando medidas práticas junto ao STJD, à esfera cível e criminal. Lamentável que instituições importantes do nosso futebol sejam atingidas por um ato impensado, irresponsável”, disse Casares, em pronunciamento na SPFC TV, canal do clube.

    Entenda a acusação de Textor

    No início de abril, John Textor, dono da SAF do Botafogo, divulgou em seu site oficial sem provas ou nomes de participantes, um texto afirmando que cinco jogadores do São Paulo manipularam o resultado da partida com o Palmeiras, pela Série A do Campeonato Brasileiro do ano passado.

    Na ocasião, o Tricolor foi goleado por 5 a 0, no Allianz Parque, em duelo válido pela 29ª rodada da competição.

    Antes dessa partida, o Botafogo ainda era o líder do Brasileirão. Na 28ª rodada, o time carioca tinha 59 pontos, enquanto o Palmeiras era o quarto, com 47.

    De acordo com Textor, a manipulação foi 100% confirmada por principais especialistas e também pela inteligência artificial. As provas dessa acusação, desde então, não se tornaram públicas.

    No dia 22 do mês passado, o norte-americano foi ouvido pela CPI e reforçou que o Palmeiras foi beneficiado, pedindo investigação ao STJD.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original