Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Rugby: Jogadores da Seleção Francesa são presos na Argentina por suposta agressão sexual

    Equipe está em turnê pela América do Sul

    Hugo Auradou (França, camisa azul escura) é um dos jogadores presos pelo suposto ataque sexual na Argentina
    Hugo Auradou (França, camisa azul escura) é um dos jogadores presos pelo suposto ataque sexual na Argentina Rodrigo Valle/Getty Images

    Reuters

    Oscar Jegou e Hugo Auradou, jogadores da Seleção Francesa de Rugby, foram presos na Argentina após uma alegação de agressão sexual durante turnê pela América do Sul, disse o presidente da Federação Francesa de Rúgbi (FFR), Florian Grill, nesta segunda-feira (8).

    A França venceu a Argentina por 28 a 13 no último final de semana em Mendoza e deve enfrentar o Uruguai em Montevidéu nesta quarta-feira (10) antes de retornar a Buenos Aires para enfrentar a Argentina no sábado (13).

    Jegou e Auradou começaram a partida contra os argentinos, naquela que foi a estreia de ambos pela equipe principal dos franceses.

    Questionado sobre as identidades dos jogadores envolvidos, Grill disse em uma entrevista coletiva na Argentina: “Eles apareceram na imprensa (argentina): Jegou e Auradou”, disse o dirigente.

    “Há uma investigação em andamento. Jean-Marc (Lhermet, vice-presidente da FFR) e eu acabamos de voar de Paris. Se os fatos forem confirmados, eles são incrivelmente sérios”, avaliou.

    “Nossos pensamentos já devem estar com a jovem. Se, mais uma vez, isso for verdade, vai contra tudo o que o rugby faz, constrói e é, tudo o que os 2.000 clubes amadores que dão vida ao rugby amador diariamente fazem”, lamentou.

    “Não tenho detalhes. Não posso dizer o que aconteceu. Uma investigação está em andamento… Eles estão em uma delegacia de polícia. Alguém da delegação foi vê-los para levar comida. Vamos tentar voltar e vê-los também”, completou. 

    A Reuters entrou em contato com o tribunal local para confirmação e também não conseguiu entrar em contato com os jogadores. Não houve nenhuma declaração imediata dos dois jogadores ou dos advogados que os representam.

    “Se a investigação estabelecer os fatos alegados, eles constituem uma atrocidade indizível”, escreveu a ministra dos Esportes da França, Amelie Oudea-Castera, em uma publicação no X.

    “Nossos pensamentos estão com a vítima. Obrigado a Florian Grill por suas palavras justas e sua emoção, que todos nós compartilhamos nesta manhã. Continuo em contato com a federação e nossa embaixada lá”, declarou.

    As prisões ocorreram após Melvyn Jaminet ter sido mandado para casa após a turnê e suspenso no domingo (7), depois que um vídeo nas redes sociais o mostrou fazendo um comentário racista.

    O jogador de 25 anos, que atua pelo Toulonnais, foi visto dizendo: “o primeiro árabe que eu encontrar, vou dar uma cabeçada nele” em um vídeo que foi amplamente compartilhado.

    Ele se desculpou por seus comentários em uma postagem no Instagram.

    Produção: Miguel Lo Bianco e Claudia Martini

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas