Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Presidente do PSG rebate Messi após declaração polêmica do argentino; entenda

    Nasser Al-Khelaifi comentou a suposta falta de reconhecimento do clube após o título da Copa do Mundo

    Lionel Messi ao lado do presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaïfi
    Lionel Messi ao lado do presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaïfi Paris Saint-Germain

    Leonardo Gimenezda Itatiaia

    Presidente do Paris Saint-Germain (PSG), Nasser Al-Khelaifi rebateu a declaração de Lionel Messi sobre uma suposta falta de reconhecimento com o argentino após o título da Copa do Mundo.

    Há quatro dias, o craque do Inter Miami afirmou que os parisienses não valorizaram a conquista enquanto ele defendia o clube francês.

    Fui o único jogador da Argentina que não teve reconhecimento em seu clube. Mas é compreensível. Eu estava no país de quem vencemos a final, e foi nossa culpa que eles não tenham sido campeões mundiais

    Messi, sobre suposta falta de reconhecimento do PSG

    Em defesa do PSG, o dirigente negou que Messi tenha sido pouco festejado, e afirmou que o clube precisava respeitar a França, derrotada na final do Mundial para a Argentina.

    “Como todos viram, até publicamos um vídeo, celebramos Messi no treino, e também o reconhecemos em particular. Mas, com respeito, somos um clube francês”, lembrou Nasser Al-Khelaifi.

    Seria delicado comemorar no estádio. Precisamos respeitar o país que ele derrotou, seus companheiros franceses e nossos torcedores também. Mas ele era e é um jogador incrível, estávamos orgulhosos de tê-lo aqui

    Nasser Al-Khelaifi, presidente do PSG

    Saída de Messi do PSG

    Mesmo com uma boa passagem dentro de campo, Messi não era um dos jogadores mais queridos pela torcida do PSG. Os ultras do clube francês chegaram, inclusive, a pedir a saída do argentino em protestos também contra Neymar.

    Messi chegou ao PSG em agosto de 2021 e, no período, disputou 74 jogos, marcou 32 gols e deu 35 assistências. Pelo clube, o atacante conquistou duas vezes o Campeonato Francês e uma Supercopa da França.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas