Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Saiba quem é o “sósia” processado por Neymar e que pediu desculpas ao craque

    Por meio do seu Instagram, o humorista gravou um vídeo pedindo desculpas ao jogador de forma um tanto quanto irônica

    Sósia de Neymar publicou um vídeo em junho deste ano
    Sósia de Neymar publicou um vídeo em junho deste ano Reprodução / Instagram

    Lyncon Pradellacolaboração para a CNN

    Florianópolis

    No último sábado (15), Neymar notificou o influenciador Luciano Alef, sósia do jogador, por uso indevido de imagem. No fim de junho, o comunicador digital gravou um vídeo em que ironizava o pedido de desculpas do astro brasileiro por ter sido infiel à namorada Bruna Biancardi.

    Por meio do seu Instagram, o humorista gravou um vídeo pedindo desculpas ao jogador.

    Quem é o “Neymar brasileiro”

    Natural de Brasília, Luciano Alef, de 29 anos, é humorista de stand-up que encontrou nas redes sociais uma forma de divulgar o seu trabalho.

    Com o personagem “artista brasileiro”, o brasiliense começou a ganhar destaque, mas tudo mudou quando ele descobriu um aplicativo que o deixava a cara de Neymar.

    “Quando encontrei o filtro do Neymar, eu apenas juntei o nome dele ao ‘brasileiro’ [de seu outro personagem], o que por si só já é uma piada, porque todo mundo sabe que o Neymar é brasileiro, e desde o primeiro vídeo já teve um alcance e uma viralização [sic] gigantesca”, disse o humorista em entrevista à CNN.

    Luciano percebeu que tinha acertado na ideia e continuou produzindo vídeos com seu novo personagem, o “Neymar brasileiro”. Apesar do sucesso repentino, porém, o craque do PSG nunca chegou a interagir com seu “sósia”.

    “Eu imaginava que nunca nem chegaria nele [seus vídeos], nem na equipe dele, e logo o que chegou ele não gostou”, afirmou Luciano, antes de acrescentar: “Na verdade, eu tinha um sonho de que chegasse até ele, mas nunca imaginei que seria dessa forma”.

    O processo

    À CNN, o humorista revelou que descobriu sobre o processo por meio das redes sociais e que em um primeiro momento achou que fosse brincadeira dos seguidores.

    “A princípio achei que era alguma trolagem de algum seguidor, mas quando fui lendo, vi que estava tudo bem certinho. Daí mandei para alguns colegas e para um advogado, e confirmei a veracidade da notificação extrajudicial”, explicou.

    E o medo de ser processado por alguém tão poderoso? “Tenho medo de perder minhas contas, redes sociais, e ter que ‘começar do zero'”, disse o humorista.

    Por fim, ao ser questionado se ele se arrepende de ter criado o personagem “Neymar brasileiro”, Luciano foi enfático.

    “Com certeza não, é o personagem que tenho o maior alcance e já trouxe muita alegria para os meus seguidores. Espero continuar com ele”, finalizou.