Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Um em cada cinco torcedores tem o costume de ir aos jogos; 62% consideram ingressos caros

    No grupo que recebe mais de cinco salários mínimos só 30% vão aos estádios

    Estádio do Morumbi, em São Paulo
    Estádio do Morumbi, em São Paulo Divulgação

    Alexandre Simõesda Itatiaia

    Apenas 21% dos entrevistados na Pesquisa CNN/Itatiaia/Quaest afirmaram ter o costume de frequentar estádios. Ou seja, outros 79% não vão aos jogos.

    “O Maior Raio-X do Torcedor” evidencia que a renda é fator determinante para a frequência nas arenas. Apenas 15% daqueles que ganham até dois salários mínimos têm o costume de ir aos jogos, contra 85% que não vão.

    Divisão por renda

    • Acima de cinco salários mínimos – 30% vai a estádios; 70% não vai
    • Dois a cinco salários mínimos – 22% vai a estádios; 78% não vai
    • Até dois salários mínimos – 15% vai a estádios; 85% não vai

    Quando se pega o grupo que tem uma renda mensal acima de cinco salários mínimos, o percentual de quem comparece às arenas dobra, indo para 30%, com 70% não indo.

    No grupo entre dois e cinco salários mínimos, são 22% os que frequentam os estádios, com 78% não tendo esse hábito.

    O que acha do valor dos ingressos?

    • Caro – 62%
    • Barato – 9%
    • Nem caro, nem barato – 29%

    A questão financeira fica evidente quando o torcedor é questionado sobre o preço dos ingressos. Apenas 9% consideram baratos, com 62% achando que são caros. Para 29% não são nem caros, nem baratos.

    Apesar do problema econômico, que é uma realidade brasileira, apenas três em cada dez torcedores de maior poder aquisitivo vão aos jogos.

    Metodologia

    A Pesquisa CNN/Itatiaia/Quaest fez 6.507 entrevistas com torcedores de 16 anos ou mais em 325 cidades brasileiras, no período entre 29 de março e 2 de abril de 2023. A margem de erro máxima é de 1,4 ponto percentual para mais ou para menos. O nível de confiabilidade é de 95%.