Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Tande, do vôlei, atualiza quadro de saúde após infarto; veja

    Campeão olímpico recebeu alta e voltou para casa; ele agradeceu mensagens de carinho

    Tande relatou em suas redes sociais que sofreu infarto
    Tande relatou em suas redes sociais que sofreu infarto Reprodução/Instagram/@tandevolei

    Natasha Werneckda Itatiaia

    O ex-jogador de vôlei Tande recebeu alta médica e voltou para casa na última sexta-feira (19). O campeão olímpico compartilhou nas redes sociais atualizações sobre o quadro de saúde e agradeceu todas as mensagens de carinho recebidas.

    Tande sofreu um infarto no último dia 12 de abril.

    “Gente, estou passando aqui para agradecer cada mensagem de carinho, apoio, preocupação, de orações. Só tenho a agradecer, vocês são espetaculares”, disse.

    Ele informou que já está bem suficiente para continuar trabalhando.

    Estou respirando bem já. Cinco dias depois (do infarto), estou eu aqui. Olha a tecnologia da ciência nos permitindo isso. Vou voltar para o trabalho já na próxima semana. Vai ser um prazer estar reencontrando todos vocês. Muito obrigado, do fundo do meu coração

    Tande, ídolo do vôlei brasileiro

    “Depois eu passo tudo que aconteceu comigo, toda situação. Vou colocar imagens também de como estava meu coração e como está agora”, concluiu.

    O que causa o infarto?

    O médico cardiologista Caio Ribeiro, coordenador da Cardiologia do Hospital Vila da Serra Oncoclinicas, em Belo Horizonte, explicou que o infarto é a morte das células do músculo do coração. A condição é causada por um coágulo que obstrui o fluxo sanguíneo, de forma súbita e intensa, em artérias que levam o sangue até o órgão.

    “Ao impedir a chegada de sangue adequadamente ao coração, esse entupimento prejudica a função do órgão. Essa situação pode levar à quadros de insuficiência completa do coração e morte”, afirma o cardiologista.

    Tratamento e prevenção

    Segundo o cardiologista, o tratamento consiste em desobstruir as artérias com Stent (um pequeno tubo de aço flexível colocado para expandir o interior do vaso sanguíneo) ou com cirurgia. Também são utilizados medicamentos específicos para a doença.

    Para prevenir o infarto, o médico alerta para os fatores de risco. “A prevenção é baseada especialmente no controle dos fatores de risco, como hipertensão, diabetes, tabagismo, controle do colesterol, entre outros. A visita médica regular ao cardiologista vai ajudar nesse direcionamento e nesse controle”, conclui.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original