Confira looks do tapete vermelho do Met Gala 2022

Famoso baile fashion dos EUA une criatividade, história e, claro, estilo baseado em temática do fim do século XIX

Look da cantora SZA
Look da cantora SZA Getty Images for The Met Museum/

Oscar Hollandda CNN*

Ouvir notícia

O Met Gala é a grande noite da moda — e as celebridades são conhecidas por salvar seus trajes mais marcantes para o muitas vezes teatral tapete vermelho.

A reprogramação associada à pandemia significa que faz menos de oito meses desde a última descida das estrelas no Metropolitan Museum of Art para a angariação anual de fundos, dando aos designers menos tempo para pensar segundo o dress code do evento, que teve como tema “Gilded Glamour and White Tie”.

O tema visou continuar com a exploração do estilo americano em 2021, em consonância com a exposição em duas partes “In America: An Anthology of Fashion”, da Costume Institute.

Na cabine de imprensa antes da gala, a primeira-dama Jill Biden, fez suas observações de abertura no Met, enfatizando a história “rica e profunda” do design americano.

“É uma história de inovação e engenhosidade, de rebeldia e renovação”, disse ela. “Tem sido muitas vezes escrita por quem está na sombra, não reconhecida por sua influência e arte, mas aqui no Met suas histórias são contadas. Suas vozes são levantadas e seu trabalho pode brilhar”.

Antes do tapete vermelho desta segunda-feira (2) à noite, um dos quintessenciais designers americanos, Tommy Hilfiger, cujo trabalho aparece no show, disse à CNN que o evento ofereceu aos designers uma chance de “mostrar suas interpretações únicas da moda e da cultura pop”.

“Estou sempre ansioso para ver como os designers interpretam o tema com sua própria criatividade, identidade e toque, e tenho certeza de que este ano não será uma exceção”, disse Hilfiger via e-mail.

Nicki Minaj / Arturo Holmes/MG22/Getty Images for The Met Museum/Vogue

“O Met Gala tem tudo a ver com ter uma mente aberta e pensar fora da caixa”.

Para a ex-designer da Yeezy Maisie Schloss, que agora dirige sua própria marca baseada em Los Angeles, chamada Maisie Wilen, a combinação de alta moda e apelo mainstream faz dela um tapete vermelho “único”.

“Os eventos abraçados tanto pelas pessoas de dentro da indústria quanto pelas massas permitem um pico de criatividade”, disse ela via e-mail, acrescentando: “Espero que os convidados tragam à tona sua aparência mais decadente, porém brincalhona”.

Veja mais looks do Met Gala na cobertura feita pelo CNN Brasil Soft nas redes sociais:

 

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN