Refugiados criam pratos de cozinha junto a quinze chefs brasileiros

Os pratos são desenvolvidos para entrar em cardápios de restaurantes do Rio e de São Paulo

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Refugiados e brasileiros se unem por meio da gastronomia em um projeto que envolve quinze chefs de restaurantes do Rio de Janeiro e de São Paulo. 

O venezuelano Juan Araujo chegou ao Brasil no começo do mês de dezembro. Para se estabelecer no país, procurou o projeto que valoriza comidas típicas de diferentes países. Para participar, ele teve como desafio a preparação de uma arepa, prato feito de milho muito comum na Venezuela.

Refugiado venezuelano que trabalha no restaurante A Casa do Porco
Refugiado venezuelano no restaurante A Casa do Porco, em São Paulo (27 dez. 2020)
Foto: Reprodução / CNN

Leia e asssista também:
Natal em casa: Veja o que estreia nesta semana na Netflix e outros streamings
Palmirinha tem alta e deseja feliz Natal a fãs, após 3ª internação desde outubro

Jefferson Rueda, chef da A Casa do Porco, participa da iniciativa para trocar experiências culturais e culinárias. “Podendo fazer pelo viés da gastronomia é mais interessante ainda e nos traz mais felicidade porque conheci uma pessoa nova, que é o Juan, e uma receita nova para A Casa do Porco”.

Refugiados criam pratos para cardápios de restaurantes
Refugiados criam pratos para cardápios de restaurantes (27 dez. 2020)
Foto: Reprodução / CNN

Trinta empreendedores venezuelanos já fizeram o curso de formação e agora irão ministrar um workshop para ensinar a preparar as arepas. Os chefs ficarão responsáveis por desenvolver um prato especial com a iguaria e adicioná-lo ao cardápio dos restaurantes. De todo valor arrecadado com a vendas dos pratos, metade vai para os imigrantes. 

Destaques no CNN Business:
Voo ‘volta no tempo’ e permite comemorar a chegada de 2021 duas vezes
Bagagem de mão em voo: veja limites de tamanho e peso e quanto custa despachar

(Publicado por: André Rigue)

Mais Recentes da CNN