Casal de NY grita 'sim' enquanto amigo celebra casamento pela janela do 4º andar


Alaa Elassar, Da CNN*
23 de março de 2020 às 10:01
Reilly Jennings e Amanda Wheeler casam em NY

Reilly Jennings e Amanda Wheeler casam em rua de Nova York durante crise causada pelo novo coronavírus

Foto: Reprodução/reillyjennings/ Instragram

Não é fácil encontrar tempo para celebrar o amor durante uma crise nacional. Mas um casal de Nova York ainda assim deu um jeito. Reilly Jennings e Amanda Wheeler disseram “sim” na sexta-feira (20) em uma cerimônia realizada em uma rua pouco movimentada do bairro de Manhattan Heights, em Manhattan.

Matt Wilson, amigo e oficial de casamento licenciado (equivalente ao juiz de paz), inclinou-se para fora da janela do quarto andar para conduzir a cerimônia com segurança, afastado de qualquer pessoa que pudesse portar o novo coronavírus.

“Foi o momento mais novaiorquino de todos os tempos e foi ainda mais especial compartilhar com todo o bairro em uma época tão assustadora e incerta", disse Jennings à CNN. “Amo essa cidade."

O casal iria se unir oficialmente em outubro, mas decidiu antecipar a cerimônia fazendo um casamento rápido em um cartório. A decisão surgiu da preocupação de que a pandemia de coronavírus pudesse piorar.

A cidade parou. Com mais de 10 mil casos relatados e dezenas de mortes, as empresas fecharam e os moradores devem manter distância e ficar em casa sempre que possível.

O casal visitou o New York City Marriage Bureau na quinta-feira e conseguiu a licença de casamento. Na sexta-feira, quando estavam voltando ao cartório para "efetivamente se casar", as duas receberam a notícia de que o prefeito Bill de Blasio havia fechado o serviço indefinidamente.

“Depois de uma tarde deprimente, um de nossos amigos nos mandou uma mensagem informando que ele fora oficializado pela secretaria do condado de Nova York e poderia fazer o casamento", disse Jennings.

“Nós mandamos uma mensagem: 'Você quer nos casar do lado de fora da sua janela nas próximas 24 horas?' e ele disse 'SIM!' Daí eu respondi: 'Que tal em 90 minutos?' Nós duas terminamos as reuniões de trabalho, nos vestimos, pegamos algumas flores e fomos para o prédio dele na esquina."

Wilson, que havia adotado um distanciamento social responsável, fez Jennings e Wheeler ficarem do lado de fora de seu prédio enquanto oficializava a união quatro andares acima.

Antes de pedir que jurassem o amor uma à outra, ele leu um trecho do livro "O amor nos tempos do cólera", do escritor colombiano Gabriel García Márquez.

“Você promete amar, honrar, valorizar e mantê-la enquanto as duas viverem?", Wilson pode ser ouvido gritando em um vídeo postado no Twitter por uma testemunha.

“Sim", Jennings grita de volta, enquanto amigos e vizinhos aplaudem.

Jennings e Wheeler ficaram exultantes com o resultado da cerimônia. “No fim, compartilhamos nosso amor com mais pessoas do que jamais poderíamos imaginar", contou Jennings. “E essa é a melhor parte."

É uma história de amor em Nova York que, com sorte, lembrará às pessoas que, mesmo nesses tempos de incerteza, o amor conquista tudo.

* Alisha Ebrahimji, da CNN, contribuiu para esta reportagem.