Missão humanitária do governo brasileiro chega ao Líbano

Aeronave leva seis toneladas de medicamentos, alimentos e equipamentos de saúde para atendimento das vítimas da explosão em Beirute

Henrique Andrade*, da CNN, em São Paulo
13 de agosto de 2020 às 11:31 | Atualizado 13 de agosto de 2020 às 11:32
Avião que levará suprimentos em missão humanitária do Brasil ao Líbano
Foto: CNN (12.ago.2020)


A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que a missão humanitária brasileira ao Líbano chegou à Beirute na manhã desta quinta-feira (13). As duas aeronaves, uma com seis toneladas de carga e a outra com a comitiva, liderada pelo ex-presidente Michel Temer, partiram de Guarulhos na quarta-feira (12).

O VC-2 da FAB levava a delegação que representará o governo brasileiro na missão. A comitiva é composta principalmente pelo ex-presidente Michel Temer e pelos senadores Nelson Trad Filho (PSD) e Luiz Pastore (MDB).Temer deve se encontrar hoje com o presidente libanês, Michel Aoun.

Leia mais:
Pressionado, governo do Líbano renuncia após explosão e protestos
Bolsonaro amplia comitiva de ajuda ao Líbano
Bretas autoriza Temer a integrar missão ao Líbano

A outra aeronave, KC-390, leva seis toneladas de medicamentos, alimentos e equipamentos de saúde para atendimento das vítimas da explosão em Beirute que aconteceu em 4 de agosto, e deixou mais de 170 mortos e cerca de 6 mil feridos.

A missão é resultado de coordenação entre os Ministérios das Relações Exteriores, da Defesa, da Saúde e do Desenvolvimento Regional, e decorre de decisão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A comitiva manterá encontros com lideranças políticas e religiosas do Líbano, buscando ajudar a reconstrução da capital Beirute.

(*Sob supervisão de Julyanne Jucá)